21/09/2021 às 14h16min - Atualizada em 21/09/2021 às 17h20min

The Climate Pledge anuncia 86 novos signatários, incluindo Procter & Gamble, HP e Salesforce, assinalando seu compromisso de alcançar zero emissões líquidas de carbono até 2040 ou antes

Na corrida para enfrentar a mudança climática, mais de 200 organizações globais já aderiram ao The Climate Pledge e estão implementando ambiciosas atividades de redução de carbono, incluindo várias mudanças operacionais.Juntos, os signatários da iniciativa, que globalmente geram mais de 1,8 trilhão de receitas anuais, e devem reduzir coletivamente 1,98 bilhão de toneladas métricas de emissões de carbono até 2040, a partir de um parâmetro de 2020.

DINO


Hoje, a Amazon e a Global Optimism anunciaram que mais de 200 empresasjá assinaram o The Climate Pledge. Os 86 novos signatários do The Climate Pledge incluem Procter & Gamble, HP, Salesforce, ASOS, e Nespresso. Juntos, os signatários da iniciativa geram mais de US$ 1,8 trilhão em receitas anuais globais e têm mais de sete milhões de funcionários de 26 setores em 21 países. Ao alcançarem zero emissões líquidas de carbono até 2040, 10 anos antes do Acordo de Paris, os atuais signatários do The Climate Pledge deverão reduzir coletivamente 1,98 bilhão de toneladas métricas (billion metric tons, BMT) de emissões de carbono a partir de uma linha de base de 2020. Isto equivale a 5,4% das emissões anuais globais atuais, uma demonstração do impacto coletivo que o The Climate Pledge deve ter para lidar com a mudança climática e estimular mais ações para resolver a crise climática.

Os signatários do The Climate Pledge concordam em:

  • Medir e informar regularmente as emissões de gases de efeito estufa.
  • Implementar estratégias de descarbonização alinhadas ao Acordo de Paris por meio de mudanças e inovações reais nos negócios, incluindo melhorias de eficiência, energia renovável, redução de materiais e outras estratégias de eliminação de emissões de carbono.
  • Neutralizar as emissões restantes com compensações adicionais, quantificáveis, reais, permanentes e socialmente benéficas para atingir zero emissões anuais de carbono até 2040.

“Acredito que agora, mais do que nunca, empresas como a Amazon têm a obrigação de liderar a luta por nosso planeta”, declarou Andy Jassy, CEO da Amazon. “Mas, resolver este desafio não pode ser realizado por uma empresa; requer o trabalho coletivo de todos nós, e é uma das razões pelas quais estamos tão entusiasmados em anunciar que mais de 200 empresas se juntaram a nós para assinar o The Climate Pledge, um compromisso para alcançar as metas do Acordo de Paris 10 anos antes.”

Muitos dos novos signatários do Pledge já estão fazendo progressos significativos para reduzir suas emissões de carbono. Desde 2010, a Procter & Gamble reduziu suas emissões absolutas em 52% em todas as operações globais. A empresa também aumentou sua compra de eletricidade renovável em 97% e fez parcerias com consumidores para tornar a facilitar a sustentabilidade em casa com produtos como Tide e Ariel, que ajudaram a reduzir as emissões de carbono em 15 milhões de toneladas através da lavagem com água fria. A Procter & Gamble anunciou recentemente a ambição de atingir zero emissões líquidas em suas operações, transporte e cadeia de fornecimento, da matéria-prima ao revendedor, até 2040. A Nespresso, conhecida por sua experiência em café, desde o grãoàcápsula eàxícara, está anunciando um marco importante para sua jornada climática: cada xícara de café Nespresso, tanto em casa como profissional, será neutra em carbono até 2022. A ASOS anunciou que, como parte de sua estratégia Carbon 2020, reduziu suas emissões a cada ano desde 2015 e reduziu a intensidade de emissões em 30% neste período, o equivalente a evitar 110 mil toneladas métricas de emissões de carbono. No início deste ano, a HP lançou uma série de compromissos climáticos ousados, incluindo uma meta de atingir zero emissões líquidas de carbono e outros gases de efeito estufa em toda a cadeia de valor da empresa até 2040, bem como uma redução absoluta de 50% até 2030, em comparação a 2019. Além disso, a Salesforce recentemente introduziu novos compromissos climáticos que serão integrados nos contratos da cadeia de fornecimento para ajudar os fornecedores a reduzir suas emissões de carbono.

“A abordagem eficaz da mudança climática requer colaboração entre os setores e ações confiáveis com base científica”, afirmou David S. Taylor, presidente do conselho, presidente e CEO da The Procter & Gamble Company. “A P&G fez progressos significativos durante a última década e sabemos que devemos fazer mais. A tarefa futura é urgente, difícil e muito maior do que qualquer empresa pode resolver sozinha. A P&G se orgulha da sua participação no The Climate Pledge enquanto trabalhamos juntos para preservar nossa casa comum para as gerações futuras.”

“A urgência da crise climática exige a tomada de medidas ousadas para proteger nosso planeta, e The Climate Pledge é outro passo na direção certa”, disse Enrique Lores, presidente e CEO da HP Inc. “A HP se comprometeu com algumas das ações climáticas mais abrangentes e agressivas no setor de tecnologia, e estamos promovendo esta agenda através de nosso portfólio de produtos e serviços, presença operacional e cadeia de valor mais ampla para maximizar nosso impacto. Temos uma enorme oportunidade para impulsionar o crescimento futuro de nossos negócios, ao mesmo tempo em que criamos um futuro mais sustentável.”

As empresas têm desempenhado um papel importante na contribuição para a mudança climática, mas cortes profundos nas emissões de gases de efeito estufa poderiam estabilizar o aumento das temperaturas. Para tanto, é necessária uma ação urgente e ambiciosa por parte das empresas em todo o mundo. Os signatários do The Climate Pledge estão posicionados de forma única para fazer frente ao desafio de enfrentar a mudança climática e ajudar a criar a economia de baixo carbono do futuro.

“A mudança climática é o desafio principal da nossa época”, disse Nick Beighton, CEO da ASOS. “As empresas devem tomar medidas ousadas e decisivas para encontrar soluções para o desdobramento da crise, tanto individual quanto coletivamente, e é por isso que a ASOS se orgulha de estar ao lado da Amazon, da Global Optimism e outros signatários do The Climate Pledge, e de se juntaràcampanha Race to Zero da UNFCCC como resultado disso. Isso reforça nosso compromisso com a sustentabilidade e significa que estamos nos unindo a uma comunidade que vai compartilhar conhecimentos, ideias e melhores práticas para alcançar esta importante missão.”

“Agora é o momento para uma ação urgente. Estamos entrando na década decisiva. Não é apenas necessário tomar ações para proteger a Terra para as gerações futuras, mas para o futuro da humanidade”, disse Guillaume Le Cunff, CEO da Nestlé Nespresso. “Acredito que o setor privado pode ser um poderoso catalisador para a mudança, se todos os participantes agirem juntos. É por isso que nos orgulhamos de ter assinado o The Climate Pledge, um compromisso líquido zero em linha com nosso compromisso de neutralidade de carbono, que será alcançado através de uma descarbonização significativa de nossas emissões diretas e emissões globais da cadeia de fornecimento, juntamente com o uso de iniciativas de alta qualidade no estabelecimento e compensação para neutralizar quaisquer emissões remanescentes.”

“Estamos em uma crise climática. A Salesforce acredita que as empresas são a maior plataforma para a mudança, e consideramos o meio ambiente uma importante parte interessada. É por isso que a Salesforce se orgulha de se unir ao The Climate Pledge para acelerar e escalar as ações de clima empresarial para impulsionar mudanças significativas. Toda empresa tem um papel importante na luta para salvar nosso planeta”, disse Suzanne BiDianca, diretora de impacto da Salesforce. “Nós nos comprometemos a contribuir com todo o poder da Salesforce para criar um futuro sustentável, acelerando as maiores empresas do mundo para a emissão líquida zero, capturando pelo menos 100 gigatoneladas de carbono através da conservação, restauração e cultivo de um trilhão de árvores; e energizando a revolução do empreendedor ecológico.”

O anúncio de hoje responde às conclusões do último relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas das Nações Unidas (IPCC), que destaca a necessidade de uma maior urgência para enfrentar a crise climática. A não ser que ocorram reduções imediatas, rápidas e em larga escala nas emissões de gases de efeito estufa, a limitação do aquecimento a cerca de 1,5 grau Celsius ou mesmo 2 graus Celsius estará fora de alcance.

“O recente relatório divulgado pelo IPCC é o alerta mais forte até agora de que os sistemas de apoioàvida humana estão chegando a pontos de ruptura e que a janela de tempo para agir decisivamente está se estreitando”, disse Christiana Figueres, ex-diretora da ONU para o clima e agora sócia fundadora do Global Optimism. “Este despertar da ciência deve ser encarado com coragem e convicção. Neste contexto, é encorajador que mais 86 empresas — algumas das mais conhecidas por famílias no mundo inteiro — estejam agora se juntando ao The Climate Pledge, comprometendo-se a acelerar suas ações para enfrentar as mudanças climáticas de maneira oportuna, e desempenhando seu papel na construção de uma economia de baixo carbono. Aguardo com expectativa os resultados da liderança que veremos desse grupo de 200 signatários que agora fazem parte do The Climate Pledge".

A Amazon e o Global Optimism dão as boas-vindas aos novos signatários que se comprometeram com o The Climate Pledge:

1.

Accenture

30.

Fileni

59.

Omni Logistics

2.

Advansor A/S

31.

Flooglebinder

60.

Palo Alto Networks

3.

AGRONOMICS

32.

Geotab Inc.

61.

pema elektrotechnik gmbh

4.

Aico

33.

GSK

62.

PortXchange

5.

AmpUp

34.

Glovo

63.

Primafrio

6.

Arrow Sky Media

35.

GoCodeGreen

64.

Procter & Gamble

7.

ASOS

36.

GODI

65.

Relais Colis

8.

AutoBrush

37.

Greenko Energy Holdings

66.

Rider Levett Bucknall UK Ltd

9.

Aviva

38.

GRM Consulting Ltd

67.

Sabey Data Centers

10.

Balloon One

39.

HP

68.

SAITECH Limited

11.

Boma Jewelry

40.

Holt Renefrew

69.

Salesforce

12.

Brown Thomas Arnotts

41.

Intertape Polymer Group

70.

Scania

13.

BT Group PLC

42.

Keltbray

71.

Selfridges

14.

Canva

43.

KnowBe4

72.

Sulmara

15.

CarbonCure

44.

Landsec

73.

The Dragon Group

16.

CBRE

45.

Lighthouse

74.

The Lamington Group

17.

Clean Energy Fuels

46.

Linney

75.

Treedom

18.

Concentric Advisors

47.

Logicompany3

76.

trilefa

19.

Costain

48.

Logitech

77.

Tunley Engineering

20.

Crown Holdings Inc.

49.

Mahou San Miguel

78.

Turntide Technologies

21.

Cundall

50.

Medoola

79.

UPL

22.

De Bijenkorf

51.

Midstream Lighting

80.

UrbanX Renewables Group

23.

Deloitte

52.

Mighty Buildings

81.

Vanquish Carbon Advisors

24.

Diligent

53.

Mohawk Group

82.

VMware

25.

Dimagi

54.

mydollarbills

83.

WIMB Lifestyle

26.

Edmund Bell

55.

NDB Inc.

84.

WPP

27.

Enfuce Financial Services

56.

Nespresso

85.

Xero

28.

ECONYQ Technologies Ltd.

57.

Neuron Mobility

86.

Zenergi

29.

FAN Courier

58.

Ogury

Informações sobre todos os 201 signatários que se comprometeram com o The Climate Pledge e as ações que eles estão tomando para descarbonizar suas empresas estão disponíveis no site do The Climate Pledge, incluindo:

ASOS

A ASOS acredita que um grande estilo não deve vir com um compromisso, seja esse estilo, preço ou impacto. A empresa estabeleceu metas ambiciosas para reduzir o impacto de seus produtos, negócios e logística, e está sempre buscando novas maneiras de impulsionar a sustentabilidade. Este ano, a estratégia de redução de emissões de carbono no longo prazo da ASOS, Carbon 2020, chegou ao fim. Anunciada em 2015, esta estratégia estabeleceu o objetivo de reduzir as emissões operacionais de carbono a cada ano até 2020. O programa foi um sucesso, pois a ASOS reduziu suas emissões a cada ano e reduziu a intensidade de emissões em 30% neste período. Isso equivale a evitar 110 mil toneladas métricas de emissões de carbono. A ASOS se esforça constantemente para descarbonizar suas operações, tais como priorizando o frete marítimo, rodoviário e ferroviário, e trabalhando em colaboração com parceiros da cadeia de fornecimento para avançar com inovações de baixo carbono. Estes esforços incluem o uso de veículos elétricos para entregas, a implementação de energia 100% renovável em todo o portfólio de escritórios da ASOS e a maximização da quantidade de conteúdo de embalagens recicladas. Com o Carbon 2020 agora chegando ao fim, a ASOS está em vias de estabelecer metas ainda mais ambiciosas e de longo prazo para reduzir sua pegada de carbono.

HP

No início deste ano, a HP Inc. lançou uma série de audaciosos compromissos climáticos. Até 2040, toda a cadeia de valor da empresa — das operações aos produtos até a cadeia de fornecimento global — atingirá zero emissões líquidas de carbono e outros gases de efeito estufa, incluindo uma redução absoluta de 50% até 2030 em comparação com 2019. No geral, a HP está concentrada em acelerar estratégias destinadas a desacoplar o crescimento das emissões de carbono e o consumo de recursos, impulsionar a inovação e transformar o projeto e os modelos de negócios. Isso inclui impressão e computador como serviço, materiais sustentáveis, colaboração na cadeia de suprimentos, investimentos em eletricidade renovável e avanços na eficiência energética dos produtos.

Nespresso

A Nespresso, conhecida por sua experiência em café, desde o grãoàcápsula eàxícara, a Nespresso se orgulha imensamente de priorizar práticas responsáveis e sustentáveis ao longo de sua cadeia de valor, mantendo os mais rigorosos padrões de qualidade nos produtos e serviços que fornece a seus clientes. Cada xícara de café tem uma pegada de carbono, resultante de todas as atividades empreendidas ao longo de seu ciclo de vida - da fazenda ao fim da vida útil. Desde 2009, o roteiro climático da Nespresso tem se concentrado no desenvolvimento de soluções que diminuam as emissões de gases de efeito estufa de atividades específicas dentro deste ciclo de vida. Seu objetivo tem sido as atividades responsáveis por grandes impactos, tanto dentro como fora de seu controle direto. Da eficiência energética das máquinas até a energia renovável, práticas agrícolas sustentáveis e reciclagem, esses esforços levaramàredução da pegada de carbono de uma xícara de café Nespresso. Em setembro de 2020, a Nespresso anunciou um marco importante para sua jornada climática: cada xícara de café Nespresso, tanto em casa como profissional, será neutra em carbono até 2022. Este compromisso se baseia nas ações contínuas da empresa em reduzir as emissões por xícara, o que resultou em uma redução de 24% em comparação com um estudo de avaliação do ciclo de vida de 2009. Em termos de eletricidade, as fontes renováveis respondem por 100% da eletricidade utilizada nas fábricas da Nespresso.

Procter & Gamble (P&G)

A P&G atende a cinco bilhões de consumidores em todo o mundo com um dos portfólios mais fortes de marcas de confiança, qualidade e liderança. Em 2007, a P&G estabeleceu seu primeiro objetivo de reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE) de suas unidades de fabricação. A P&G expandiu e acelerou estes esforços para lidar com as emissões de GEE ao longo do ciclo de vida de seus produtos e operações. Desde 2010, a empresa reduziu as emissões absolutas nas operações globais em 52%, aumentou a compra de eletricidade renovável em 97% e fez parcerias com consumidores para facilitar a sustentabilidade em casa com produtos como Tide e Ariel, que ajudaram a reduzir 15 milhões de toneladas de carbono através da lavagem com água fria. A P&G anunciou recentemente que está acelerando o progresso com a ambição de alcançar zero emissões líquidas em suas operações, transporte e cadeia de abastecimento, desde a matéria-prima até o revendedor, até 2040. Esta ambição zero líquido reafirma as prioridades da P&G para reduzir as emissões agora, com as ferramentas disponíveis hoje, enquanto inova em direção a um futuro mais verde.

Salesforce

A Salesforce, a plataforma de gestão da relação com o cliente (CRM) número um do mundo, acredita que as empresas são maior plataforma de mudança, e considera o ambiente como um dos principais interessados. Dos seus fornecedores e clientes,àsua tecnologia e sua marca, a Salesforce usa suas maiores alavancas de influência como agentes de mudança no maior e mais perigoso desafio de todos os tempos: a emergência climática. As iniciativas de sustentabilidade da Salesforce se concentram na jornada global para zero emissões líquidas, mobilizando o esforço global para ver um trilhão adicional de árvores na Terra e protegendo e revitalizando os oceanos do mundo. Com o Sustainability Cloud, a Salesforce ajuda as empresas a acelerar o caminho para zero emissões líquidas, obter uma única fonte de verdade e agir rapidamente sobre seus dados de emissões de carbono. Na condição de cofundadora da plataforma global UpLink, a Salesforce ajuda a conectar mais de 10 mil empresários ecológicos ao redor do mundo enquanto desenvolvem a próxima geração de soluções inovadoras para impulsionar a sustentabilidade. Como participante do Pacto Global da ONU e da Década das Nações Unidas da Restauração de Ecossistemas, a Salesforce está ajudando a liderar o movimento global para alinhar as empresas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas e construir um futuro mais seguro, mais igual e sustentável para todos.

Sobre o The Climate Pledge

Em 2019, a Amazon e o Global Optimism cofundaram o The Climate Pledge, um compromisso para alcançar o Acordo de Paris 10 anos antes e eliminar a emissão de carbono até 2040. Agora, 201 organizações assinaram o The Climate Pledge, enviando um sinal importante de que haverá um rápido crescimento na demanda por produtos e serviços que ajudem a reduzir as emissões de carbono. Para obter mais informações, acesse www.theclimatepledge.com.

Sobre a Amazon

A Amazon é orientada por quatro princípios: obsessão pelo cliente em vez de foco no concorrente, paixão por invenção, compromisso com a excelência operacional e pensamento de longo prazo. A Amazon se dedica a ser a empresa mais centrada no cliente da Terra, a melhor empregadora da Terra, e o lugar mais seguro para trabalhar da Terra. Avaliações de clientes, compras com um clique, recomendações personalizadas, Prime, Fulfillment by Amazon, AWS, Kindle Direct Publishing, Kindle, Career Choice, tablets Fire, Fire TV, Amazon Echo, Alexa, a tecnologia Just Walk Out, e o The Climate Pledge são algumas das coisas pioneiras da Amazon. Para saber mais, acesse amazon.com/about e siga @AmazonNews.

Sobre a Global Optimism

Após assegurar o marco do Acordo de Paris em 2015, Christiana Figueres e Tom Rivett-Carnac formaram a Global Optimism para construir novas narrativas e apoiar campanhas e parcerias com a atitude "podemos fazer" que agora é exigida de todos nós, para promover a transformação que o Acordo de Paris exige. Construímos parcerias e campanhas com líderes dispostos a investir nas escolhas necessárias para atingir o objetivo de reduzir pela metade as emissões globais de gases de efeito estufa até 2030, e eventualmente alcançar o zero líquido até 2050 e formar uma economia de natureza positiva. Para mais informações, acesse GlobalOptimism.com/.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Amazon.com, Inc.

Linha direta para a imprensa

Amazon-pr@amazon.com

www.amazon.com/pr


Fonte: BUSINESS WIRE
Notícias Relacionadas »