31/08/2021 às 12h33min - Atualizada em 31/08/2021 às 13h20min

GreenYellow passa a atuar como comercializadora varejista no Mercado Livre de Energia

Com a autorização da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), a multinacional francesa amplia seu portfólio, oferecendo aos clientes um leque de soluções complementares no segmento energético

DINO
http://www.greenyellow.com.br


Após quase dois anos do anúncio da entrada no Mercado Livre de Energia, realizado em setembro de 2019, a GreenYellow recebeu a autorização da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) para a atuar como comercializadora varejista de energia no Brasil. Assim, a multinacional francesa, se junta ao seleto grupo de pouco mais de 20 empresas que são habilitadas a atuar nessa modalidade, o que representa cerca de 10% do total de players comercializadores de energia.

Dentro do modelo varejista, a GreenYellow assume não apenas a entrega de energia, mas também a gestão dos contratos e responsabilidades financeiras dos clientes junto à CCEE. "Desta maneira, podemos oferecer ao mercado uma plataforma completa de soluções, contendo todas as alternativas que fazem parte do ecossistema energético, desde o fornecimento fotovoltaico, passando pela eficiência energética, até chegar à comercialização e à gestão de energia", afirma Roberto Zerkowski, presidente da GreenYellow.

A atuação da GreenYellow no segmento de comercialização varejista dá condições para que mais consumidores possam ingressar no Mercado Livre de Energia, principalmente aqueles de médio e pequeno portes, uma vez que não possuem equipe especializada para realização da migração e gestão posterior do contrato. "Com a nossa expertise e todas as ferramentas necessárias, nós nos posicionamos como um parceiro estratégico para que os consumidores livres possam focar seus esforços no que é o core do seu negócio. Por exemplo, com o trabalho da GreenYellow, as empresas que acabaram de migrar e não têm experiência nesse tipo de operação, não precisam montar uma estrutura interna especialmente para realizar as negociações", completa Zerkowski.



Website: http://www.greenyellow.com.br
Notícias Relacionadas »