20/08/2021 às 11h59min - Atualizada em 21/08/2021 às 00h00min

A hora de lembrar dos dentes

Visitas periódicas ao dentista foram paralisadas com a pandemia, o que acarretou uma série de problemas bucais para muitas pessoas

SALA DA NOTÍCIA Redação


Dentre os hábitos recorrentes que foram perdidos com a pandemia está a consulta anual ou semestral ao dentista. Afinal, o medo de contrair o coronavírus em uma eventual consulta fala alto. Em especial que muitas das medidas de prevenção acabam sendo relaxadas para realizar a devida revisão na arcada dentária.

Mas o abandono dos cuidados dentais em razão da pandemia gerou uma série de problemas bucais. Um aumento incomum de caries, placas dentárias e gengivite tem surgido com a falta de cuidado.

Não apenas isso, mas outros males dentários apareceram exatamente por conta da pandemia. Problemas como bruxismo e apertamento se intensificaram conforme a pandemia e o isolamento aumentavam o estresse e a ansiedade. “Esses foram os problemas que mais tiveram aumento de caso, pois tem o estresse como fator etiológico. E as consequências são retrações gengivais, lesões cervicais não cariocas, desgaste dental, quebra de restaurações, além de dores de cabeça com frequência” nota a cirurgiã dentista Dra. Victoria Helena.

Uma recomendação que a médica faz é que o cuidado com os dentes seja combinado com outras medidas de atenção à saúde, em especial a saúde mental. Isso conforme os problemas dentários influenciados diretamente pela pandemia também tem como fator de agravamento o estado psicológico do sujeito. Assim, é fundamental “controlar a ansiedade, seja com terapia, meditação” indica a Dra. Victória Helena. Também observa que é necessário atenção ao movimento dos dentes: “O paciente deve prestar atenção se de fato está fazendo movimento de apertar os dentes. Ou se a noite alguém que durma caso paciente escute o barulho do dente rangando”.

Tratamentos modernos para correções dentárias

Algo que tem sido um diferencial importante para a correção dos dentes atualmente foi o uso de alinhadores ortodônticos. 

O invisaling é um tipo de aparelho móvel que tem como objetivo o alinhamento dentário. Ele tem se popularizado por sua praticidade. Por ser removível o paciente tem mais facilidade pra higienizar e não tem restrição alimentar.

Além disso ele é transparente , totalmente estético e invisível a uma distância social segundo a Dra Victoria Helena da clínica VH Odontologia. 

Uma outra vantagem em relação ao aparelho fixo é que o alinhador é mais confortável e o tempo de tratamento é mais rápido. Além do invasiling, outra novidade que a Dra. Victoria Helena tem utilizado nos tratamentos é o scaner intraoral. Dentro do consultório essa tecnologia tem ajudado na produtividade das consultas. Com esse equipamento “é mais fácil explicar ao paciente o que precisa ser feito além de conseguir mostrar o resultado do antes e depois do tratamento ortodôntico direto no computador ”, explica a dentista. 

Com escaner é possível obter um desenho completo e detalhado da arcada dentária e assim preparar próteses e aparelhos de maneira mais rápida , confortável e tecnológica.


 
Notícias Relacionadas »