Exclusivo Cartão Marisa - 25% acima de 100 - site todo
08/06/2020 às 08h49min - Atualizada em 08/06/2020 às 08h49min

Governo do Estado alugou 08 ambulâncias por quase R$8 milhões de reais, para operar por apenas 4 meses.

O custo mensal de cada ambulância é de R$245 mil reais.

Portal Roma News
Créditos da Imagem: Reprodução
A empresa vencedora do contrato 44/2020, que prevê o pagamento de quase R$ 8 milhões de reais pela locação de oito ambulâncias para ações de enfrentamento à covid-19 no Pará, pertence a amigos do governado Helder Barbalho (MDB).



Lucas Vaz Veras, diretor-geral do Centro de Atendimento de Serviços Médicos Rios Vaz - Medclin, uma empresa de pequeno porte cujo capital social é de apenas R$ 100 mil, não só apoiou a campanha de Helder ao governo do estado, em 2018, como esteve em sua posse, como é possível ver nas imagens postadas pelo próprio Veras em suas redes sociais.



De acordo com os termo do contrato publicado na edição do dia 8 de maio e republicado quatro dias depois no Diário Oficial do Estado, a Medclin, cuja única sócia atende pelo nome de Claudia Rio Vaz e é tia de Veras, vai receber R$ 7.840.000,00 para prestar serviço de transporte de pacientes de covid-19 nos município de Belém, Breves, Marabá e Santarém, onde foram implantados os hospitais de campanha, durante quatro meses. O custo mensal de cada ambulância é de R$ 245 mil.



A Medclin só ganhou o contrato depois que uma segunda empresa, que havia proposto menos da metade desse valor, mudou sua proposta subindo o custo total do serviço de R$ 3,6 milhões para R$ 9,3 milhões. A proposta inicial da Medclin era de R$ 12,9 milhões, chegando aos pouci mais de R$ 7,4 milhões que vai receber após uma segunda chamada para apresentação de propostas. O contrato, feito com base no decreto de emergência por causa da pandemia, foi feito sem licitação. 

Notícias Relacionadas »