28/07/2021 às 14h21min - Atualizada em 29/07/2021 às 00h00min

Por que simone biles desistiu de competir nas olimpiadas?

Psicóloga explica a relação entre desistência e saúde mental.

SALA DA NOTÍCIA josilane miranda nascimento
https://1n4rcn88bk4ziht713dla5ub-wpengine.netdna-ssl.com/wp-content/uploads/2020/10/Strava_OnePager_FINAL.pdf
Josi miranda
A atleta Simone Biles tida como estrela da ginástica, após avaliação médica decidiu desistir da competição, em entrevista coletiva a atleta afirmou “- Preciso me concentrar no meu bem-estar, há vida além da ginástica.”

Um estudo feito pela universidade de Stanford nos Estados Unidos (2020), revela que os atletas profissionais possuem significativo aumento de pressão psicológica durante esses anos de pandemia, culminando em ansiedade e sentimentos como frustração, desmotivação e autocobrança.

A psicóloga Josilane Miranda especialista em saúde mental pela Universidade de São Paulo – USP reforça que, em casos de grande cobrança externa e interna por uma boa performance é comum a pessoa ter uma elevada autocrítica, bem como uma baixa na capacidade de lidar com a frustração frente a perda, e isso afeta diretamente a saúde mental. Por isso ela alerta a importância de um trabalho preventivo em saúde emocional para os atletas e a população geral, seja individual ou grupal.

“Muitas vezes desistir de algo pode ser a decisão mais correta no momento, o tempo todo nós somos incentivados a competir seja no esporte, no trabalho ou nas relações, é importante ganhar sim, porém precisamos estar conscientes dos impactos que uma autocobrança exagerada trás para nossa saúde. Uma forma de lidar com isso é buscar entender melhor nossos sentimentos e emoções e reconhecer que em alguns casos é preciso desistir para ganhar”, comenta a psicóloga.

Notícias Relacionadas »