27/07/2021 às 14h56min - Atualizada em 27/07/2021 às 15h40min

ANAUNI define lista tríplice com Advogados da União de carreira

Votação definiu os nomes que serão encaminhados como sugestão para assumir o cargo de Advogado-Geral da União. Lista será entregue ao presidente Jair Bolsonaro

SALA DA NOTÍCIA AIs Comunicação e Estratégia Ltda
https://ww.aiscomunicacao.com.br
Advocacia Geral da União
A Associação Nacional dos Advogados da União (ANAUNI) promoveu um amplo processo de votação, a partir do quadro de carreira da Advocacia-Geral da União, com a intenção de contribuir com a escolha do próximo Advogado-Geral da União. Por votação, três nomes foram escolhidos pela maioria dos Advogados da União e comporão a lista tríplice a ser entregue ao Presidente da República, Jair Bolsonaro. Integram a lista:

- Arthur Cerqueira Valerio, Consultor-Geral da União;
- Izabel Vinchon Nogueira de Andrade, Secretária-Geral de Contencioso; e
- Vinícius Torqueti Domingos Rocha, Procurador-Geral da União.
 
As sugestões são resultado de uma ação coordenada para dar transparência às indicações e credibilidade ao processo. De acordo com Clóvis Andrade, presidente da ANAUNI, as indicações demonstram que a experiência e a competência jurídica foram critérios dos votantes ao indicar aqueles que podem assumir o cargo. “A lista tríplice demonstra a maturidade dos associados ao indicarem três exímios Advogados da União. Eles são, sem dúvida alguma, profissionais experientes, com notável saber jurídico e reputação ilibada, e que poderão desempenhar a atividade com excelência”, afirma.

A votação foi promovida pelo Fórum Nacional da Advocacia Pública Federal (FORVM) – composto, além da ANAUNI, pela Associação Nacional dos Membros das Carreiras da Advocacia-Geral da União (ANAJUR) e pelo Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional (SINPROFAZ). No processo, os membros da ANAUNI e da ANAJUR votaram exclusivamente em Advogados da União e os filiados ao SINPROFAZ votaram apenas em Procuradores da Fazenda Nacional.

O processo de escolha seguiu duas etapas. Na primeira, os Advogados Públicos associados puderam votar em cinco nomes das respectivas carreiras. Na segunda etapa, os dez mais votados da primeira fase em cada carreira foram submetidos a nova eleição, onde foram definidos três nomes. Os três Advogados da União serão apresentados juntamente com os nomes dos três Procuradores da Fazenda Nacional mais votados na etapa final, que integrarão a Lista Sêxtupla.

O presidente da ANAUNI reforça ainda que o processo de indicação foi um ato democrático dentro da ANAUNI. “Toda a operação foi realizada de forma online. Contamos com uma expressiva participação, de mais da metade dos nossos associados, que puderam votar em qualquer membro da carreira de Advogado da União. Reconhecemos o desempenho de todos os colegas que foram votados, bem como dos três indicados ao final. Agora, a lista será encaminhada ao presidente da República, Jair Bolsonaro, na intenção de ajudá-lo em sua livre escolha, porém defendendo a observância de dois critérios mínimos: que o Advogado-Geral da União seja sempre membro de uma das carreiras que integram a AGU e que conte com o respaldo de seus pares, demonstrado na votação”, esclarece.

O escolhido pelo Presidente Jair Bolsonaro para o cargo de Advogado-Geral sucederá André Mendonça, indicado para a vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) aberta após a aposentadoria do Ministro Marco Aurélio Mello.

Sobre a ANAUNI
A Associação Nacional dos Advogados da União – ANAUNI é uma entidade de classe sem fins lucrativos, de âmbito nacional, que representa a carreira de Advogado da União. Foi fundada em 12 de novembro de 1996 e hoje congrega mais de mil associados, com representação em todos os Estados da Federação e no Distrito Federal. Luta, defesa e representação dos interesses econômicos e profissionais dos seus associados, além do fortalecimento da carreira e da Advocacia-Geral da União fazem parte dos objetivos desta associação.
 
Notícias Relacionadas »