29/06/2021 às 08h43min - Atualizada em 29/06/2021 às 09h20min

Preferência por streaming aponta cenário favorável para música independente

Pesquisa realizada com 4 mil usuários revelou que 80% dos brasileiros preferem plataformas online em vez da TV aberta. O desejo pelo serviço de vídeo gratuito de 83% dos entrevistados apresenta um contexto promissor para artistas independentes produtores de conteúdo para YouTube.

DINO
https://www.ivanmaverick.com.br/


Em um estudo realizado pela Magnite, que envolveu 4 mil internautas da América Latina, nas idades entre 18 e 64 anos, identificou-se que cerca de 91% deles afirma assistir conteúdos via streaming pelo menos uma vez por semana. Segundo a mesma pesquisa, 80% dos brasileiros preferem plataformas online em vez da TV aberta. Além disso, 83% dos usuários desejam o serviço gratuito, o que coloca o YouTube e o Spotify na rota de escolha quando se pensa em consumo de música.

Dados fornecidos pelo YouTube em junho de 2020 revelaram que mais de 2 bilhões de usuários logados assistem a pelo menos um videoclipe todos os meses na plataforma. Igualmente, em abril de 2021, o Spotify anunciou um aumento no primeiro trimestre de 356 milhões de usuários ativos mensalmente, contra 286 milhões do primeiro trimestre de 2020.

Esses dados salientam a expansão do consumo de música pelos streamings gratuitos, o que justifica o aparecimento de músicos como Ivan Maverick que obteve mais de 100.000 visualizações em três semanas com o seu último videoclipe Gato Traíra no YouTube. Em tempos onde o sertanejo e o funk carioca são os gêneros de consumo musical majoritários (conforme levantamento do G1 com dados do Spotify em 2020), esse número chama a atenção ao se descobrir que a música é rock e, sobretudo, que o artista em questão é independente.

O músico – que promete resolver o problema da “anemia” do rock nacional e da falta de entusiasmo do público pelas novidades no estilo – não tem empresário, gravadora ou patrocinador, sendo um exemplo do “Do it yourself” que ocorre hoje em dia. Ainda que o rock brasileiro esteja na última posição (14ª) entre os gêneros musicais ouvidos (conforme o levantamento com dados do Spotify acima citado), o músico criou uma série de humor nerd e rock no YouTube – As Aventuras de Ivan Maverick – e mostra que a nova geração do rock nacional está se adequando ao contexto de valorização do streaming, tornando-se um produtor de conteúdo.

Deve-se ainda considerar as perspectivas futuras de crescimento de consumo de música no YouTube. Em comunicado no dia 2 de junho de 2021, a plataforma anunciou o pagamento de US$ 4 bilhões à indústria da música nos últimos 12 meses. Lyor Cohen, Head Global de Música do YouTube, afirmou que deste total cerca de 30% são de conteúdo gerado pelo usuário (UGC). Artistas, compositores e detentores de direitos são beneficiados por este montante, o que torna a presença dentro da plataforma atrativa também para quem produz de forma independente, lembrando que até mesmo vídeos de fãs integram nesse faturamento.

Em preparação do lançamento do seu álbum de estreia Parecer, Ivan Maverick afirma que continuará investindo na plataforma e não esconde: “A minha ambição é fazer as pessoas terem prazer de novo em escutar rock nacional. Produzir pro YouTube é uma forma alcançar isso”.

Para conhecer mais o trabalho de Ivan Maverick, acesse:

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCUk4wInzQxOS9KR42xzanDw

Spotify:https://open.spotify.com/artist/0RfkDbXUS2TkuhrrgZUZ87?si=MRnKA8bcT7OISJ6iI0retw&dl_branch=1

Palco MP3: https://www.palcomp3.com/ivanmaverick/

Instagram: https://www.instagram.com/mavericando

Facebook: https://www.facebook.com/mavericando

Site: https://www.ivanmaverick.com.br



Website: https://www.ivanmaverick.com.br/
Notícias Relacionadas »