22/06/2021 às 11h30min - Atualizada em 22/06/2021 às 12h20min

Sindicatos assinam Acordo de Cooperação Técnica pelo combate à discriminação e ao assédio no trabalho no varejo de alimentos

Acordo envolve a SRTE/SP, o Sincovaga e a Fecomerciários e abrange pessoas com deficiência e/ou beneficiárias reabilitadas da Previdência Social

DINO
https://www.sincovaga.com.br


O Sincovaga (Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios do Estado de São Paulo), por meio do programa Coexistir, assina no próximo dia 17 de junho de 2021, às 14h, em evento online, um Acordo de Cooperação Técnica com a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/SP), cujo objetivo é o combate à discriminação e ao assédio no trabalho no varejo de alimentos e a inclusão de pessoas com deficiência e reabilitados do INSS no mercado de trabalho.

O acordo será celebrado juntamente com a Federação dos Comerciários do Estado de São Paulo (Fecomerciários), representada por seu presidente, Luis Carlos Mota, e pela Auditoria Fiscal do Trabalho, da Superintendência Regional do Trabalho no Estado de São Paulo (SRTb-SP), representada pelo Chefe da Seção de Fiscalização do Trabalho no Estado de São Paulo, Auditor Fiscal do Trabalho Antonio Fojo da Costa, e pelo Coordenador do Projeto Estadual de Inclusão da Pessoa com Deficiência no Estado de São Paulo, Auditor Fiscal do Trabalho José Carlos do Carmo.

Entre os pontos principais do documento estão o compromisso das entidades sindicais signatárias em incentivar, apoiar e acompanhar campanhas de valorização da diversidade humana e de combate à discriminação e ao assédio no trabalho, assim como estimular a capacitação profissional e que os processos de seleção e recrutamento desse público sejam promovidos com caráter inclusivo, garantindo-se sempre aos candidatos a possibilidade de comprovarem suas capacidades para o trabalho.

O documento determina ainda que as entidades sindicais signatárias se comprometem a incentivar, apoiar e acompanhar campanhas de valorização da diversidade humana e de combate à discriminação e ao assédio no trabalho, envolvendo os gestores das empregadoras que integram o respectivo segmento empresarial e todos os seus empregados.
Os signatários assumem, ainda, o compromisso de combater a discriminação baseada na condição de pessoa com deficiência e/ou das pessoas beneficiárias reabilitadas pela Previdência Social, incentivando, por meio de ações efetivas, que se garanta o direito ao trabalho a essas pessoas em condições de igualdade de oportunidades com os demais trabalhadores, conscientizando sobre a importância de realizar contratações no mais variado número de atividades, cargos e funções.

"Como entidade sindical representativa das empresas do varejo de alimentos, acreditamos na parceria com o poder público e na efetividade de ações como esta. Tanto que criamos o Coexistir, que vai além do cumprimento de cotas. Atuamos para que esses profissionais sejam admitidos, integrados e se tornem parte viva das empresas, combatendo preconceitos que ainda perduram", afirma Alvaro Furtado, presidente do Sincovaga.

"O Acordo de Cooperação Técnica é um estímulo para superarmos barreiras na contratação, na acessibilidade e nas atitudes. Desde o primeiro acordo assinado, construímos uma rede e montamos um grupo de trabalho que identificou desafios e buscou soluções", avaliou Maria de Fátima e Silva, responsável pelo programa Coexistir Valor Humano, do Sincovaga.

O Coexistir foi criado em 2013 e mantido pelo Sincovaga, entidade que representa mais de 40 mil empresas do setor do varejo de alimentos no estado, o programa Coexistir valor Humano foi idealizado para estimular, orientar e assessorar as empresas varejistas a aderir à inclusão social, promover a capacitação profissional das pessoas com deficiência e trocar informações sobre vagas disponíveis, ampliando as condições de captação da mão de obra.

Desde então, em virtude da expertise da equipe e da crescente demanda, o programa foi se expandindo para empresas dos mais variados setores que buscam cumprir as cotas de contratação de pessoas com deficiência exigidas pela legislação (Lei Federal nº 8.213/91, mais conhecida como Lei de Cotas), assim como organizações que veem na diversidade uma oportunidade de transformar a cultura e melhorar as ações de sustentabilidade.

Entre as atividades do Coexistir estão: consultoria para implantação de programas de inclusão nas empresas, cursos e workshops, além de treinamentos que podem ser customizados, conforme o público a ser impactado.



Website: https://www.sincovaga.com.br
Notícias Relacionadas »