22/06/2021 às 09h58min - Atualizada em 22/06/2021 às 10h20min

Busca por certificados e treinamentos em Google Cloud cresce mais de 400% na pandemia, aponta Arki1

Empresa de treinamento especializada em Google Cloud e certificada pelo gigante do Vale do Silício apresenta lista dos certificados e treinamentos mais buscados no período

DINO


A pandemia de covid-19 trouxe impactos significativos em diversas áreas, mas também revelou-se uma oportunidade para profissionais se atualizarem. A busca por certificados e treinamentos em Google Cloud cresceu mais de 400% entre março de 2020 e março de 2021, justamente os 12 meses do avanço do novo coronavírus.
O levantamento é da Arki1, empresa de treinamento especializada em Google Cloud e certificada pelo gigante do Vale do Silício. O crescimento é resultado da necessidade das empresas em otimizar o investimento de recursos financeiros, aproveitando-se da elasticidade e escalabilidade da nuvem. Dessa forma, elas saem de um regime capex (despesas na compra de equipamentos) para opex (despesas associadas à manutenção).

Entre os treinamentos mais buscados durante a pandemia estão "Architecting with Google Compute Engine" e "Security in Google Cloud" (relacionados à parte de infraestrutura) e "Data Engineering on Google Cloud", voltado a big data e machine learning. Já entre as certificações se destacam "Professional Google Cloud Certified Cloud Architect", "Professional Google Cloud Certified Data Engineer" e "Profesional Google Cloud Certified Security".

Além disso, parte desse aumento é proveniente de clientes que contrataram turmas privadas, isto é, formadas exclusivamente por participantes indicados pela mesma empresa. Isso proporciona maior confiança para compartilhar e discutir desafios e estratégias que permitam à organização implementar soluções inovadoras de forma rápida, segura e econômica.

Grande parte dos participantes que procuraram certificados e treinamentos em Google Cloud durante a pandemia de covid-19 é masculina. Nos treinamentos de infraestrutura, a presença feminina fica em torno de 10%. Nos treinamentos de big data & machine learning, a participação é maior e atinge 21% da turma.
"O nível de engajamento e receptividade dos treinamentos continua nos surpreendendo. Participantes relatam que o fato de ter um instrutor ao vivo, explicando os conteúdos e permitindo interação em tempo real, como se estivessem na mesma sala, permite esclarecer dúvidas de forma mais eficiente durante a realização dos exercícios práticos", explica Marcos Farias, CEO da Arki1.

Notícias Relacionadas »