19/05/2021 às 10h34min - Atualizada em 19/05/2021 às 11h20min

Usina paraibana recebe certificação internacional para exportar etanol para os EUA

Biocombustível oriundo da cana-de-açúcar está sendo usado para reduzir a poluição causada pelas emissões veiculares no estado norte-americano da Califórnia.

DINO
http://coompleta.com/home/
cana de açúcar


A usina de etanol, bioenergia e álcool neutro absoluto Giasa, com atuação na cidade de Pedras de Fogo, região metropolitana de João Pessoa-PB, recebeu a prestigiada certificação internacional CARB, sigla em inglês para Conselho de Qualidade do Ar da Califórnia.

De acordo com o Sindicato da Indústria de Fabricação do Álcool no Estado da Paraíba (Sindalcool-PB), a Giasa se tornou a primeira empresa brasileira a receber o certificado e agora ampliará ainda mais seus negócios, pois está apta para exportar etanol para o estado norte-americano da Califórnia, o principal mercado dos Estados Unidos.

O CARB é concedido a usinas que atendem aos elevados padrões de análise do conselho, que, por sua vez, atestam a baixa intensidade de carbono no etanol. A Califórnia tem uma legislação mais rigorosa e dá preferência ao etanol oriundo da cana-de-açúcar. Por lá, o etanol de cana está sendo usado para reduzir a poluição atmosférica causada pelas emissões veiculares.

Este órgão (CARB) também é responsável por ações para proteger a saúde pública dos efeitos nocivos da poluição do ar. O conselho realiza orientações das atividades de 35 distritos, que envolvem desde o controle da poluição do ar até liderar os esforços nos estados norte-americanos para mitigar a mudança climática global.

Após um longo processo de apresentação de evidências, os procedimentos operacionais utilizados pela Giasa serão referência para as demais usinas no Brasil, informou o Sindalcool-PB. O certificado CARB se soma agora às outras certificações e prêmios obtidos pela empresa.

O presidente do Sindalcool-PB, Edmundo Barbosa, comemorou a vitória da usina. "A certificação da Giasa é a confirmação de que o uso do etanol de cana-de-açúcar, avaliado desde a sua produção no campo até o uso nos veículos motorizados, não resulta riscos potenciais à saúde decorrentes da exposição ao benzeno, 1,3-butadieno, formaldeído e acetaldeído. Os padrões do CARB apontam maior risco potencial à saúde correspondente às emissões de veículos quando operados com o combustível fóssil tradicional", afirmou Edmundo.

Giasa

A usina Giasa faz parte do Grupo Olho D´Água, sediado em Pernambuco, que possui mais duas empresas sucroalcooleiras: a Usina Central Olho D’Água e a COMVAP - Açúcar e Álcool Ltda. A Giasa foi adquirida em 2019 pelo Grupo Olho D´Água. Na última safra, a usina moeu mais de 1.172.000 toneladas de cana. Atualmente, o Grupo Olho D’Água tem uma moagem consolidada de mais de 4.100.000 toneladas de cana-de-açúcar e emprega durante a safra cerca de 4 mil funcionários e na entressafra 7.700 pessoas.



Website: http://coompleta.com/home/
Notícias Relacionadas »