14/05/2021 às 13h14min - Atualizada em 14/05/2021 às 14h20min

Prêmio voltado aos jornalistas brasileiros chega a 2021 com novidades

Em live, o CEO do Grupo Comunique-se, Rodrigo Azevedo, lançou oficialmente a 18ª edição da premiação

DINO
https://premio.comunique-se.com.br/


O Prêmio Comunique-se 2021 contará com novidades. Depois de um período de “quarentena” no ano passado, a premiação está de volta. Para marcar o retorno, a primeira novidade: pela primeira vez em sua história, o evento de lançamento, realizado na noite de quarta-feira, 12 de maio, ocorreu de modo 100% online, por meio de live transmitida pelos canais do Comunique-se e do jornalismo da RedeTV no YouTube.

A live de lançamento da 18ª edição do Prêmio Comunique-se foi conduzida por Rodrigo Azevedo. CEO do Grupo Comunique-se, ele destacou os três objetivos centrais da premiação: estimular o bom jornalismo, inspirar futuras gerações de jornalistas e mostrar para o máximo possível de pessoas a importância da imprensa. “A gente acredita que os jovens se inspiram em referências”, comentou Azevedo durante a transmissão. “O prêmio funciona como um motor para identificar os grandes nomes do jornalismo e transformá-los em exemplos a serem seguidos.”

Sobre a realização do Prêmio Comunique-se como estímulo à produção jornalística, ninguém melhor para falar sobre o assunto do que alguns dos profissionais que já ergueram troféus de vencedores da disputa. Em depoimentos exibidos durante a live de lançamento, a premiação realizada desde 2003 foi enaltecida. “Não é o ‘Oscar do Jornalismo’. O Oscar é que é o Prêmio Comunique-se do cinema”, enfatizou Mauro Beting, ‘Mestre do Jornalismo’ pelo trabalho de cronista esportivo na mídia escrita.

“Ao longo dos anos, ao longo de sua história, o jornalismo brasileiro instituiu prêmios muito importantes. O Esso, o Vladimir Herzog, o Líbero Badaró, o APCA e muitos outros. Cada um deles tem um significado muito importante. Mas, eu confesso: nada é tão especial quanto o Prêmio Comunique-se”, declarou Roberto Cabrini, jornalista atualmente na Record TV e o único profissional de fora da Rede Globo a conquistar a divisão de “Repórter - Mídia Falada” da premiação — venceu em 2015 e 2019.

Em relação a divulgar o jornalismo ao máximo de gente possível, o Prêmio Comunique-se conta com o apoio de veículos de comunicação. Em 2021, a iniciativa surge com 19 grandes marcas da imprensa brasileira formando o time inicial de media partners. São parcerias que ajudarão o evento a ganhar vez na televisão, no rádio e na internet, por exemplo.

No lançamento, o Prêmio Comunique-se 2021 conta com os seguintes apoiadores de mídia: SBT, Band, RedeTV, BandNews TV, Record News, BandSports, TV Gazeta, TV Cultura, TV Justiça, Jovem Pan, BandNews FM, Rádio Bandeirantes, Metrópoles, SBT News, Olhar Digital, Portal Terceiro Tempo, Observatório da TV, Observatório dos Famosos e Grupo RBS.

Votação, categorias e patrocinadores: mais novidades

Neste ano, o “Oscar do Jornalismo Brasileiro” também conta com novidades nos quesitos plataforma de votação, lista de categorias disponíveis e empresas patrocinadoras. No primeiro turno, o ambiente para receber indicações por parte dos jornalistas e da comunidade de leitores do Portal Comunique-se está mais simples e intuitivo. Para participar, basta usar uma conta no Facebook ou Gmail e, na sequência, registrar os votos nos comunicadores de interesse.

A parte de categorias surge com uma novidade nesta edição. A partir de agora, a premiação vai prestigiar os melhores “jornalistas podcasters” do país. Conforme a regra descrita no regulamento, estarão aptos a concorrer na mais nova divisão quem for responsável pela produção e/ou apresentação de “projetos informativos ou analíticos desenvolvidos originalmente, de forma independente ou com apoio de algum veículo de comunicação, necessariamente em formato de áudio para o ambiente online, independentemente da editoria abordada”.

As novidades da vez do Prêmio Comunique-se seguem no time de patrocinadores — algo crucial para a realização do evento, que não tem (e nunca teve) fins lucrativos. Para este ano, a premiação já tem fechadas duas cotas ouro: Bayer e Santander. A Claro, por sua vez, é detentora de uma cota prata de patrocínio. Enquanto isso, Salesforce e Twitter garantiram duas cotas bronze.

Com a megalive do “Oscar do Jornalismo” programada para ocorrer em 16 de novembro, Rodrigo Azevedo destacou que a temporada de patrocinadores segue aberta. “Fazer uma premiação nível Oscar não é barato, no Comunique-se nós carregamos essa bandeira, mas sem os patrocinadores isso não seria possível”, afirmou o CEO do Grupo Comunique-se. “Por isso, fazemos questão de destacar essas grandes empresas”, complementou.

Empresas interessadas em ajudar a promover o jornalismo de qualidade e, assim, patrocinar o Prêmio Comunique-se devem entrar em contato pelo premio@comunique-se.com.br.



Website: https://premio.comunique-se.com.br/
Notícias Relacionadas »