22/07/2020 às 10h57min - Atualizada em 26/07/2020 às 16h57min

Zona Norte tem floresta, shopping e metrô

Os bairros mais valorizados são Santana, Jardim São Bento, Tucuruvi, Parada Inglesa, Mandaqui, Tremembé e Casa Verde

DINO


A zona norte de São Paulo apresenta no território uma floresta urbana e o Horto Florestal, ambos na Serra da Cantareira, o grande e tradicional shopping Lar Center, um pioneiro centro de exposições no Anhembi, onde também estão instalados o sambódromo paulistano e o Campo de Marte, um pequeno e antigo aeroporto. A região ainda abriga a Estação Rodoviária do Tietê e estações do metrô em parte dela.

Os bairros mais valorizados são Santana, Jardim São Bento, Tucuruvi, Parada Inglesa, Mandaqui, Tremembé e Casa Verde. Mas a zona norte é muito maior, sendo formada também por Lausanne Paulista, Santa Terezinha, Limão, Freguesia do Ó, Anhanguera, Brasilândia, Cachoeirinha, Jaçanã, Jaraguá e Perus.

Abaixo mais sobre os seis bairros mais buscados da região.

Santana: é o mais conhecido e procurado bairro de toda a zona norte. Abriga um comércio pungente e diversificado, entre os quais há bons restaurantes e também a maior quantidade de apartamentos de alto padrão da região, principalmente no Alto de Santana. Servido por estações de metrô e linhas de ônibus, também pode ser acessado pela Avenida Brás Leme, onde há imóveis residenciais e comerciais de qualidade. Atrás da avenida, que liga o bairro à Casa Verde, está o Jardim São Bento, área predominantemente residencial formada por casas de alto e médio padrões.

Parada Inglesa: com forte característica residencial, também conta com uma estação de metrô da Linha Azul. A região se tornou uma das mais valorizadas após começar a atrair empreendimentos de bom padrão. Conta-se que o nome do bairro se originou porque o inglês William Harding era dono de terras na região, que tinha uma estação de trem, onde ele teria se sentido mal em uma ocasião. Da Parada Inglesa chega-se em pouco tempo ao Center Norte, shopping com 300 mil metros quadrados, onde há lojas, cinemas, restaurantes e estacionamento.

Tucuruvi: nele está a última estação da Linha Azul do metrô, que foi inaugurada em 1998. É nas proximidades dela, onde também está instalado o Shopping Metrô Tucuruvi, que mais floresceu a construção de prédios e onde há mais oferta de imóveis de médio padrão. Apesar de ter um perfil mais residencial, também dispõe de intensa atividade comercial.

Mandaqui: nos limites também estão parte da Serra da Cantareira e o Parque da Cantareira, uma das maiores florestas urbanas nativas do mundo, além do Horto Florestal. O nome do bairro deriva da língua tupi, na qual o termo mandihy significa "rio dos mandis ou dos bagres". As áreas próximas ao horto são mais valorizadas. Abriga hospitais importantes para a região, como o que tem o mesmo nome do bairro e o São Camilo.

Tremembé: também abriga parte do Parque da Cantareira e do Horto Florestal, por isso possui ampla extensão de área verde, que torna o clima da região mais ameno. Passou por uma onda de valorização imobiliária com o lançamento de vários empreendimentos na região. No entanto, os sobrados estão entre os destaques do mercado de imóveis local.

Casa Verde: no século 17, a região já era conhecida como Sítio das Moças da Casa Verde. A verticalização começou a ficar mais intensa depois de a aeronáutica diminuir as restrições para construir nas proximidades do Campo de Marte. Possui boa infraestrutura de transportes, ficando próximo à Marginal Tietê e Brás Leme.

*Fernando Nekrycz é CEO da Xaza, plataforma de intermediação imobiliária que facilita a compra e venda de imóveis exclusivos - xaza@nbpress.com

Notícias Relacionadas »