06/05/2021 às 10h38min - Atualizada em 06/05/2021 às 11h20min

A maternidade contribui para o desempenho profissional da mulher

Senso crítico e facilidade em gerenciar conflitos são algumas das habilidades adquiridas com a maternidade

DINO
http://www.lolly.om.br


Para mulheres de todo o mundo, o questionamento entre tornar-se mãe e conciliar a carreira é um grande desafio. No entanto, a maternidade não só transforma a mulher como mãe, mas também a mulher como profissional e, ao contrário do que muitos pensam, a maternidade contribui positivamente para as mulheres que ocupam cargo de chefia dentro de uma empresa.

Segundo a pesquisa dos profissionais da Catho de 2018, com mais de 2,3 mil respondentes, 30% das mulheres disseram que deixaram o mercado de trabalho para cuidar dos filhos. Entre os homens, esse número é quatro vezes menor, atingindo 7%. Outra análise realizada após o resultado dessa pesquisa sinalizou que dentre os principais conflitos enfrentados pelas mães e empresas/gestores, o principal receio é de elas terem que faltar ao trabalho caso os filhos adoeçam (48%). Além disso, existem outras preocupações, como ter que pedir para chegar mais tarde no trabalho para ir a uma reunião escolar (24%) e se atrasar devido à exaustão da rotina (10%). Já 45% demoram três meses para retornar às atividades profissionais. O tempo curto é consequência da preocupação de perder a posição profissional, no caso de cargos de gerência ou, até mesmo, perder o emprego.

De acordo com Lucia Helena Rosolen Alves, sócia-diretora da Awen Consultoria e Treinamento, nos dias atuais é perceptível um crescimento nas contratações de mulheres que conciliam o mercado de trabalho com a maternidade. "As mulheres hoje não desejam apenas ser mães em tempo integral. Elas estão se capacitando e se especializando mais e melhor e já são a maioria em cursos superiores como MBA e línguas, destacando-se no ambiente corporativo", explica.

Maternidade e mercado de trabalho
Para Lucia Helena, que também é facilitadora em desenvolvimento humano organizacional e coach, a capacidade para resolver problemas depois da maternidade é bem mais aguçada. As profissionais que são mães conseguem com maestria gerenciar conflitos no trabalho. "A maternidade desperta outros olhares para a mulher. Na verdade, outros valores. Dentro do ambiente organizacional, por exemplo, elas se tornam mais seletivas e focadas e isso faz com que aproveitem ainda melhor o tempo e as oportunidades. As mães são líderes fortes que ajudam a solucionar problemas ao seu redor", destaca.

A especialista explica ainda que a mulher, independentemente de ser mãe ou não, tem habilidades especiais. O relacionamento interpessoal positivo é uma delas. "Empatia, acolhimento, escuta ativa, comprometimento, flexibilidade são habilidades que desenvolvemos com mais facilidade. A maternidade pode aguçá-las, sem dúvida, e com isso favorecer o desenvolvimento da liderança na mulher".

A Lolly Baby, empresa 100% brasileira, especializada em puericultura leve, acredita que um olhar materno na produção e no desenvolvimento dos produtos agrega valor e faz a diferença, que é percebida no desempenho das muitas mulheres em sua operação e com cargos de liderança.
"A maternidade mudou a visão do meu trabalho. Passei de designer para consumidora e quando você passa a usar os produtos faz toda a diferença. O olhar é mais crítico," relata a gerente de marketing da Lolly Baby, Carla Tanaka.

Para Gabriela Barbosa, supervisora de qualidade da Lolly, a maternidade tem uma influência muito grande no ambiente corporativo. A maternidade transforma também o seu lado humano. Hoje, eu como mãe, atuando também no atendimento ao cliente, entendo muito mais um questionamento do consumidor", explica.

A mesma opinião é compartilhada por Marta Cristina dos Santos, líder de produção da Lolly que, depois da maternidade, se vê como uma profissional bem melhor. "Eu amadureci muito mais depois da maternidade. A responsabilidade aumenta e o sentimento maternal surge até no ambiente de trabalho. Cuidamos mais um do outro", completa.
A Lolly trabalha para promover um ambiente justo, diverso e entende que a presença de mulheres e mães só agrega valor para seu negócio, reforça Nélio Loatti, CEO da empresa.


Localizada no interior de São Paulo, na cidade de Capivari, a Lolly Baby é uma empresa brasileira que atua no mercado de puericultura leve. Seu portfólio conta com mais de 500 produtos infantis, distribuídos em todo o território nacional.

A Lolly Baby se faz presente também em países da América do Sul, Europa e África. A qualidade e a segurança de seus produtos são atestadas por seu laboratório próprio e pelas certificações do Inmetro, Anvisa e ISO 9001.


Informações e contato:
Márcia Felício I 19 99294.7563 I marcia@thema.net.br/
Cassiene Alves I 19 99100.4602 I cassiene.alves@thema.net.br



Website: http://www.lolly.om.br
Notícias Relacionadas »