03/05/2021 às 13h57min - Atualizada em 03/05/2021 às 14h20min

Como o síndico de condomínio pode utilizar o mapa mental?

Atualmente, os gastos com condomínios em Belo Horizonte, concentram-se em despesas como manutenção de elevadores, conta de luz, gastos com água e com a folha de pagamento de funcionários.

DINO
https://seusindico.net.br/
mapa-mental-negócio


O uso do mapa mental, utilizado pelo síndico de condomínio como principal ferramenta de gestão e resolução de problemas, ganha mais importância dentro da administração de condomínios. O mapa mental passou de um simples fundamento teórico para um item essencial no dia a dia do síndico profissional.

Segundo dados obtidos através do SEBRAE, em âmbito nacional, a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (ABECIP) detectou o aumento na oferta de financiamento habitacional com recursos da poupança de R$ 34 bilhões, em 2009, para algo em torno de R$ 45 bilhões em 2010.

Atualmente, os gastos com condomínios em Belo Horizonte, concentram-se em despesas como manutenção de elevadores, conta de luz, gastos com água e com a folha de pagamento de funcionários. Estas despesas são repassadas no reajuste anual da taxa de condomínio para os moradores, e o mapa mental é de fundamental importância para auxiliar o síndico de condomínio no controle de gastos.

De acordo com o SEBRAE, segundo um levantamento realizado pela ABRASSP - Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais de 2018, aproximadamente 68 milhões de brasileiros vivem em
condomínios. Isso corresponde, em média, a 33% da população brasileira, portanto as técnicas de mapas mentais para organizar o grande volume de informações de condomínios brasileiros e em Belo Horizonte são necessárias.

Em relação aos mapas mentais, um ponto relevante a ser abordado é o tempo que o síndico profissional leva para assimilar os conceitos de mapas mentais. Segundo os dados do site Nova Concursos de março de 2021 a parte de visualização corresponde a 30% do mapa mental.

Ainda de acordo com o SEBRAE, segundo Secovi 2018, a expectativa é de crescimento de 10% na taxa do mercado de condomínios no Brasil, nos próximos anos. Fatores econômicos como aumento do PIB e redução da taxa SELIC contribuem para este crescimento. Portanto, o mapa mental torna-se necessário para que o síndico de condomínio possa administrar de forma mais eficiente esta demanda de crescimento de volume de trabalho, devido à expansão dos condomínios brasileiros.

Os números não mentem, o síndico profissional é importante para administrar os condomínios em Belo Horizonte e o mapa mental é a ferramenta ideal para fazer a gestão de idéias. Pois de acordo com a ABRASSP - Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais, a receita movimentada pelos condomínios brasileiros ultrapassa o montante dos R$ 165 bilhões de em 2019.

A relação existente entre os dados desta receita movimentada pelos condomínios brasileiros, e a importância do síndico de condomínio e o mapa mental está baseada no fato de que com o maior volume de capital gerado em condomínios, o volume de trabalho deste profissional tende a aumentar. Portanto, o mapa mental é importante para que as informações sejam melhor organizadas.

A empresa Administradora de Condomínios em Belo Horizonte é responsável por treinar e recolocar os síndicos profissionais no mercado de trabalho, e tem levado soluções especializadas para os empreendedores que buscam por um novo modelo de administração de condomínios através da utilização dos mapas mentais.



Website: https://seusindico.net.br/
Notícias Relacionadas »