26/04/2021 às 13h49min - Atualizada em 26/04/2021 às 14h20min

Lançamento reforça liderança da Região Nordeste em projetos de Multipropriedade

Modelo de negócios está aquecido e tem boas perspectivas para 2021, segundo o diretor do Grupo ABL Prime, Desenvolvimento Imobiliário. Grupo aposta no modelo de Multipropriedades e investe R$ 120 milhões em novo empreendimento lançado no Sul na Bahia

DINO
http://www.ablprime.com.br
Imagens do alto empreendimento Ondas Praia Resort


O conceito de Economia Compartilhada, que iniciou nos EUA na década de 1990, inovou e impulsionou a criação de muitos novos negócios de sucesso baseados no uso mais inteligente de recursos humanos, físicos e ou intelectuais. Este movimento também influenciou o mercado imobiliário com as multipropriedades, regime em que a propriedade de um imóvel é compartilhada e cada titular usufrui de uma fração de tempo de forma alternada, sendo que todos saem ganhando, pois compartilham também os custos.

Com um pouco mais de dez anos no mercado brasileiro, o conceito ganhou ainda mais força com a regulamentação em 2018, pela Lei de Multipropriedades Imobiliárias (13.777/2018), e atualmente o segmento está presente em cerca de 60 cidades do país. Em 2020, houve um aumento de 18% em relação a 2019, e crescimento médio anual de 26% nos últimos 3 anos, segundo dados do estudo “Cenário do Desenvolvimento de Multipropriedades no Brasil – 2020”, realizado pela Caio Calfat Real Estate Consulting.

Mesmo diante da pandemia de COVID-19 e dos impactos do distanciamento social no setor de turismo, o estudo apontou ainda que o segmento teve um aumento de 32% no Nordeste, a região que mais cresceu no país.  E foi seguindo essa perspectiva de otimismo para o segmento em 2021, que acontece, em Porto Seguro (BA), o lançamento de um projeto imobiliário turístico com investimento de R$ 120 milhões no modelo de Multipropriedades, o Ondas Praia Resort.

Entregue pelo Grupo ABL Prime com a WAM Brasil, A.P Alexandre Participações, Hectare Capital e Grupo Base, o empreendimento reforça a liderança da região nordeste no segmento. A aposta deste resort é no conforto e exclusividade em uma área total de 35 mil m², em frente à Avenida Beira Mar, na região conhecida como Ponta do Mutá. 

Potencial da região 

E não é por acaso que o sul da Bahia foi o local escolhido para receber o novo empreendimento turístico de Multipropriedade. “Porto Seguro é uma terra de oportunidades, paisagens belíssimas, mais de 70km de orla de praia com águas cristalinas. Por meio do nosso processo de pesquisa de mercado, identificamos essa chance de empreender o Ondas. Gerando mais de 300 empregos diretos e 600 indiretos, que nos auxiliaram a acoplar o que há de melhor em soluções de engenharia, hotelaria, entretenimento e lazer, o que é inédito na região”, enfatiza o diretor da ABL Prime.

O sócio do empreendimento ainda afirma que a empresa possui um posicionamento muito consolidado e respeitoso junto ao mercado hoteleiro da região. “Porto Seguro é uma praça estratégica e com grande potencial. E nós não só entregamos um empreendimento, mas hoje vivemos e sentimos a cidade”, conclui ele.  

Oportunidade de mercado

“A pandemia, de modo geral, afetou o segmento de turismo, mas de certa forma, vem consolidando o conceito de multipropriedade, da moradia de lazer, desse perfil de investimento em qualidade de vida. Temos a percepção de que as famílias aprenderam a dar mais valor aos momentos de lazer e convivência, o que tem feito as nossas vendas se tornarem consistentes”, conta o diretor executivo e sócio do Grupo ABL Prime, Fernando Fonseca. Ele explica ainda que o perfil de propriedade compartilhada democratiza o turismo e consolida os destinos turísticos.

“O mercado financeiro, hoje, já enxerga o formato com mais clareza e segurança, o que nos dá uma melhor condição de colocar em prática o nosso plano de expansão”, complementa. Investindo em uma oferta de qualidade de vida para a família, o Ondas Praia Resort, por exemplo, traz os maiores destaques em lazer, segurança e privacidade. Conta com 484 unidades habitacionais autônomas, podendo receber 2.420 hóspedes. Nas áreas comuns, segue o propósito de assegurar a melhor experiência para todos os membros da família, já que tem lazer completo, com a garantia de um visual arrebatador do litoral baiano.

Outros dados e perspectivas

Até o momento os resultados demonstram a força desse setor, que cresceu em meio ao ambiente da recessão econômica de 2015 a 2017 e depois de 2020, comenta Caio Calfat que é Presidente da Associação para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Brasil (Adit). Ele ressalta também outro ponto importante em relação à oferta mapeada no estudo, é o que indica que em 2021 deverão ser entregues ao mercado aproximadamente 4,5 mil apartamentos, o que representará cerca de 2/3 da oferta total já em uso.

Um pouco mais sobre o Grupo ABL Prime

Com a gestão de mais de 5.5 bilhões de VGV e atuação em 12 estados brasileiros, Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Tocantins e no Distrito Federal, o Grupo ABL Prime conta com mais de 149 projetos no seu portfólio, além de cerca de 6 mil unidades em hotelaria e mais de 17 mil unidades em loteamento.

O Grupo conta com competência para atender e gerenciar vários tipos de unidades de negócio, entre shopping centers, incorporação, multipropriedade, urbanismo e parques, com uma plataforma de serviço completa para todo desenvolvimento imobiliário. “2021 ainda se mostra um ano muito desafiador devido a pandemia, mas também de muitas oportunidades.”, comenta Fernando.

Com a baixa nas taxas de juros, o mercado de capitais se voltou de forma intensa para o segmento imobiliário. “Nós temos mais cinco lançamentos previstos para esse ano, entre incorporação, condomínios horizontais e multipropriedade, além da recente ampliação no portfólio de prestação de serviços e gestão de obras”, conclui Fernando.



Website: http://www.ablprime.com.br
Notícias Relacionadas »