20/04/2021 às 14h40min - Atualizada em 24/04/2021 às 06h20min

Cientistas confirmam: o consumo de selênio pode auxiliar a imunidade

Pesquisas científicas recentes confirmam diversos benefícios do selênio para a saúde, entre eles o reforço da imunidade. Pouco conhecido do grande público, o selênio vem sendo cada vez mais pesquisado por sua atuação contra infecções virais.

DINO
https://biodefend.com.br/


Desconhecido do grande público, o selênio é um mineral que vem sendo muito pesquisado atualmente por desempenhar papel importante na saúde do organismo. E o consenso sobre ele hoje é que se trata de um nutriente fundamental para a imunidade.

O selênio é um mineral que atua como um potente antioxidante no organismo humano. Antioxidantes são substâncias capazes de atrasar ou até mesmo inibir a oxidação das células, protegendo-as da formação de radicais livres. Os radicais livres, por sua vez, são moléculas liberadas pelo processo de metabolismo do corpo, que podem causar doenças, morte das células e envelhecimento. 

Entre os alimentos que contêm selênio, há algumas fontes comuns e de fácil acesso à população. A principal é a castanha-do-pará ou castanha-do-brasil, de longe a melhor fonte de selênio, mas ovos, carne bovina e queijo também são boas alternativas para quem não tem acesso à castanha-do-pará. 

No entanto, a deficiência de selênio na população vem sendo algo cada vez mais comum, seja pela rotina intensa do dia a dia, pelo perfil de alimentação inadequado ou pelo simples desconhecimento da importância desse mineral. E essa deficiência afeta diretamente a imunidade do organismo.

O papel do selênio na imunidade

Já os especialistas em nutrição, reconhecendo a importância do selênio para o organismo, têm realizado estudos no sentido de compreender melhor como o mineral beneficia o corpo humano.

E uma das respostas obtidas é que o selênio também desempenha uma função fundamental para diminuir a inflamação e aumentar as respostas imunológicas do corpo. Ou seja, o selênio aumenta a imunidade quando não há deficiência dele no organismo.

Estudo publicado na US National Library of Medicine (Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos) testou a suplementação de selênio in vitro e também em pacientes com doença arterial coronariana.

Os resultados foram animadores. Nos pacientes que receberam a suplementação de selênio foi observado o aumento das células de defesa do corpo. As pesquisas in vitro também tiveram resultados consistentes de que a suplementação de selênio induz o aumento da atividade das células que defendem o organismo, aumentam a imunidade e ainda protegem o sistema cardiovascular.

Selênio atua contra infecções virais

Outro estudo, também publicado na US National Library of Medicine, relacionou os benefícios da suplementação de selênio em pacientes que sofrem de doenças virais, especialmente HIV e influenza A, que provoca um dos principais tipos de gripe na população. O estudo demonstrou que a suplementação de selênio melhorou diversas variáveis clínicas dos pacientes, proliferando e favorecendo a resposta imunológica da célula do organismo dos indivíduos testados. O sistema imunológico dos pacientes ficou tão ativo que os danos aos tecidos dos hospedeiros foram praticamente neutralizados.

Apesar do foco do estudo ter sido portadores de HIV e influenza A, também foram demonstrados benefícios da suplementação de selênio em portadores de outras infecções virais, como hepatite C, poliovírus (que causa a poliomielite), vírus do Nilo ocidental (que provoca a febre do Nilo) e bactérias que causam a tuberculose (M. tuberculosis) e alguns tipos de gastrite e câncer no estômago (Helicobacter pylori).

E a deficiência de selênio, o que causa?

Se a correta ingestão de selênio traz tantos benefícios, especialmente no aumento da imunidade e na proteção do corpo contra vírus, bactérias e até câncer, a deficiência desse mineral certamente causa prejuízos ao organismo.

Uma dieta pobre em selênio, como aquelas baseadas em alimentos industrializados e refinados, pode levar a fraqueza muscular, fadiga constante e aquelas famosas manchas brancas nas unhas, além da fraqueza e queda de cabelo. Além, é claro, de uma baixa imunidade de modo geral.

Por essa razão, muitos profissionais de saúde vêm recomendando a suplementação de selênio, de maneira a facilitar a ingestão diária da dose correta desse mineral, garantindo ao máximo os benefícios do consumo dele e afastando as consequências de sua possível deficiência.

Uma das melhores opções disponíveis no mercado é o Bio Defend, um suplemento para imunidade que combina vitaminas e minerais essenciais para a proteção do corpo, entre eles o selênio. O Bio Defend tem se mostrado um suplemento bastante útil para pessoas com mais de 40 anos, que acabam sendo especialmente vulneráveis à deficiência de nutrientes.

Neste link é possível conferir uma avaliação do Bio Defend.

Bio Defend é um suplemento isento de registro na Anvisa, conforme a RDC 27/2010.





Website: https://biodefend.com.br/
Notícias Relacionadas »