13/04/2021 às 10h33min - Atualizada em 13/04/2021 às 11h20min

Dados da Fenabrave indicam que o mercado de carros usados cresceu 15% na pandemia

Relatórios de diferentes instituições do setor apontam para a boa recuperação do mercado durante a pandemia, sobretudo no que diz respeito à venda de carros usados. Sites de classificados despontam como boas opções de negociação em meio às medidas de distanciamento social 

DINO
https://www.comprecar.com.br/


De acordo com informações divulgadas pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) referentes ao mês de fevereiro de 2021, o mercado de carros usados registrou 876.306 negociações de automóveis de passeio e comerciais. Tal número representa um crescimento de 15,1% referente ao mesmo período de 2020.

Esses resultados consolidam o mercado de automóveis como um dos poucos setores da economia a apresentar crescimento no período da pandemia. Em dezembro de 2020, por exemplo, dados da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto) evidenciam que o mercado automotivo brasileiro cresceu 23,6% em relação ao mesmo período de 2019.

Modelos mais vendidos em 2021

Números apontam que o Volkswagen Gol lidera a categoria de usados e seminovos, acumulando o total de 68.562 unidades vendidas apenas em fevereiro. O ranking dos três modelos mais populares no período segue com o Fiat Palio, com 42.424 unidades, e o Fiat Uno, com 39.711.

Enquanto isso, entre os comerciais leves, a picape Fiat Strada lidera, com o total de 25.029 unidades negociadas, seguida pelo Volkswagen Saveiro, que teve 18.012 unidades, e a Chevrolet S10, com 13.011. Para especialistas da área, o momento é muito propício para a venda e compra de veículos usados; por isso, motoristas que desejam trocar seu carro usado devem fazê-lo nesse momento.

Pesquisa realizada no fim de 2020 pela Webmotors e a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) mostra que a grande maioria dos consumidores (96%) pretende comprar um automóvel em 2021. Entre os modelos mais desejados, estão os SUVs, com 38% da preferência, os sedãs, com 34%, os hatches, com 18%, picapes, com 7%, e vans ou minivans, com 3%.

Compra em concessionárias ainda é a mais indicada, alertam especialistas

Ilídio dos Santos, presidente da Fenauto, explica que motoristas que desejam comprar com mais segurança devem optar por concessionárias: "A partir do momento que vendeu, a loja é responsável e você tem a quem recorrer", explica o especialista.

Apesar disso, compras do tipo, mesmo por meio de concessionárias, requerem uma boa dose de atenção dos motoristas. É importante checar informações como a documentação do veículo, a pendência de multas ou outras taxas. Todas essas informações podem fazer diferença na hora de negociar um preço mais atrativo pelo veículo.

Compra de carro usado em sites cresce com a pandemia

Levantamento feito pela empresa OLX, conhecido site brasileiro de classificados, aponta que houve um crescimento de 20% nas transações de compra e venda de carros usados e seminovos. Os dados compreendem o período de junho a agosto de 2020.

Segundo especialistas, sites de classificados podem ser ótimas opções para a compra e venda de carro usado. Isso acontece porque eles oferecem uma grande variedade de preços e opções para compradores, que podem comparar as condições de diferentes concessionárias em uma única plataforma.



Website: https://www.comprecar.com.br/
Notícias Relacionadas »