08/04/2021 às 11h53min - Atualizada em 08/04/2021 às 12h20min

Gestão financeira baseada em bons recursos humanos e tecnológicos pode ser a base para negócios bem-sucedidos

O objetivo da gestão financeira é melhorar os resultados e aumentar o valor do patrimônio por meio da geração de lucro líquido proveniente das atividades operacionais

DINO
http://linkedin.com/in/elianeferrari


No mercado atual, a administração financeira das pequenas e médias empresas é um fator primordial para o sucesso do negócio, e à medida que cresce também aumenta a complexidade da gestão, segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas - SEBRAE. De acordo com a entidade, para que se obtenha o máximo de lucro a gestão financeira tem que passar pelas etapas de planejamento, execução, análise de dados e controle das atividades do negócio.

Para realizar uma gestão financeira eficiente no meio empresarial, é de essencial importância que o empreendedor domine o business (o negócio) em que está inserido, tornando-se gerente de todo o processo, informa Eliane Ferrari André Costa, graduada em administração de empresas com ênfase em gestão empresarial pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul.

“O negócio em questão tem que estar provido de bons recursos humanos e aliados a processos tecnológicos para facilitar o dia a dia de todos os envolvidos”, diz a administradora de empresas, com grande experiência em desenvolvimento de plano estratégico, controle de operações financeiras, análise de orçamentos, acompanhamento e gestão das rotinas financeiras e auditoria financeira.

Um fator primordial para alcançar bons resultados, avisa Costa, é buscar por ferramentas que possam dar dinâmica aos trabalhadores que estão inseridas no business, como: sistemas integrados, aplicativos facilitadores, parcerias tecnológicas, ou seja, uma cadeia de elementos que podem auxiliá-los no desenvolvimento de uma determinada área ou mesmo da organização como um todo.

“Um amplo conhecimento da cadeia de fornecedores e clientes, sua malha logística ou características da prestação de serviços e processo de contratação, todos estes elementos internos influenciam diretamente no business, assim como também nos elementos externos, tais como os fatores de risco como moeda, produtos ligados a commodities, dependendo da companhia são primordiais para uma boa gestão”, explica Eliane, com cursos de Administração Prática Aplicada, Educação Financeira e Introdução à Administração Estratégica.

Conforme a administradora de empresas, especialista na área administrativa financeira e com forte atuação na área comercial, na gestão financeira o que guia e ampara as decisões de extrema importância para os negócios são os dados financeiros. A especialista lembra que com as informações bem organizadas e com uma boa contabilidade é possível extrair o melhor para se aplicar de forma inteligente ao negócio.

Segundo uma pesquisa feita pela KPMG Capital, empresa de consultoria de negócio, de auditória e tributária, 99% dos entrevistados acreditam que analisar informações com base em grandes volumes de dados é importante para a tomada de decisões. No entanto, 85% têm dificuldades para analisar e interpretar os dados e apenas 25% aplicam os insights (conhecimentos) revelados por meio dos estudos.

“Na minha visão, o mais importante é saber onde você está inserido no mercado, saber manusear suas informações, e tomar decisões constantes a fim de que o negócio possa prosperar e gerar riqueza ao sócio ou até mesmo a si próprio, caso seja um empreendedor”, conclui a administradora de empresas Eliane Ferrari André Costa, com forte atuação direta no planejamento e desenvolvimento de projetos corporativos com foco na área financeira e comercial.



Website: http://linkedin.com/in/elianeferrari
Notícias Relacionadas »