09/03/2021 às 15h27min - Atualizada em 05/04/2021 às 02h20min

Dados indicam que setor de carros usados fechou 2020 com vendas em alta

Dados da Fenauto apontam que o mercado de venda de carros usados fechou os últimos meses de 2020 com números melhores que os registrados em 2019. Especialistas da área também salientam que o setor respondeu adequadamente aos desafios impostos pela pandemia e se mostram confiantes sobre a recuperação do ritmo de vendas em 2021

DINO
https://www.comprecar.com.br/


O volume da venda de carros no setor foi 13,1% maior em dezembro de 2020, se comparado com novembro do mesmo ano, segundo dados divulgados pela Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto). No total, foram 72.593 unidades vendidas em todo Brasil.

Em comparação com o ano anterior, esse é um número ainda mais otimista. Em novembro de 2020 foram vendidos 1.597.052, um número 23,6% maior que os registrados no mesmo período de 2019. O total acumulado do ano ainda é negativo, sofrendo uma retração de 12,1%, mas esse número é bem inferior às previsões do mercado no início da pandemia, mostrando que o vírus não prejudicou o mercado tanto quanto se esperava.

De acordo com Ilídio dos Santos, presidente da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores, o setor respondeu adequadamente aos desafios impostos em 2020: "fazendo um balanço geral, considerando todas as dificuldades causadas pela pandemia, como o isolamento social, fechamento do comércio e paralisação dos Detrans, ficou provado que nosso setor reagiu rápido e satisfatoriamente".

O especialista explica, ainda: "embora o resultado anual não tenha ficado dentro das expectativas do começo de 2020, o desempenho do segmento, a nosso ver, foi muito satisfatório. Esperamos continuar com esses dados positivos nos próximos meses, em função dos novos hábitos e comportamentos dos consumidores".

Quais as vantagens de se comprar carros usados?

Especialistas do mercado apontam que a compra de carros usados costuma ser mais vantajosa, já que apresenta um melhor custo-benefício para o cliente e ajuda na movimentação da economia. Ao analisar os números do mercado de compra e venda de carros usados, percebe-se que consumidores pensam da mesma maneira.

Pesquisas também apontam que um carro pode desvalorizar de 20% até 10% apenas por ter saído da concessionária. A depreciação também ocorre anualmente, fazendo com que o veículo novo perca 10% de seu valor todos os anos. Por esse motivo, muitos motoristas optam por comprar carros usados ou seminovos.

Taxas, como documentação, seguro e manutenção, também podem ser mais baratas em carros usados, segundo especialistas e compradores. Isso acontece porque, muitas vezes, o carro vendido já teve seu Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) quitado, assim como o seguro Danos Pessoais por Veículos Automotores Terrestres (DPVAT) e vários outros custos de documentação.

A flexibilidade de negociação e os preços mais atrativos também são fatores que pesam na decisão pela compra de um carro usado, já que o veículo usado costuma ter acessórios mais completos - incluindo dispositivos de segurança diversos - por valores bem menores do que os praticados em concessionárias.



Website: https://www.comprecar.com.br/
Notícias Relacionadas »