01/04/2021 às 17h48min - Atualizada em 02/04/2021 às 00h00min

Indústria farmacêutica ganha força no Brasil

Em 2021, a farmacêutica moksha8 consolida investimentos no Brasil, adicionando à sua operação o estatuto de fabricante de medicamentos em território nacional.

DINO
https://www.moksha8.com/


Em um ano marcado por incertezas e oscilações na economia do país, a indústria farmacêutica segue na contramão dos demais mercados e vem apresentando imponente crescimento. Em estudo publicado no Guia 2019 da Interfarma (Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa), estima-se que nos próximos quatro anos, o Brasil assuma a quinta posição do ranking mundial do setor, liderado, atualmente, pelos Estados Unidos.

O mercado farmacêutico se mostrou bastante resiliente ao longo de 2020, apresentando um crescimento no faturamento de 13,6% de janeiro a outubro. No mesmo período, o volume movimentado por esse mercado foi de R$ 113,02 bilhões, segundo dados da IQVIA, que auditora o setor.

Aproveitando-se do crescimento da indústria e buscando levar os medicamentos mais inovadores à população latino-americana, em 2021, a moksha8, empresa farmacêutica com foco no licenciamento e distribuição de produtos de alta especialização, consolida investimentos no Brasil, adicionando à sua operação o estatuto de fabricante de medicamentos em território nacional.

Para esta nova fase, a empresa está efetuando um investimento inicial de R$ 12 milhões em uma nova estrutura de produção e qualidade em Vargem Grande Paulista, localizada ao Sudoeste da Região Metropolitana de São Paulo. O processo se iniciou em 2020 e a projeção é de que até o final de 2021 as licenças sanitárias estejam consolidadas junto aos órgãos reguladores. “Ficamos muito satisfeitos em evoluir e confirmar este grande passo não só para a nossa história, mas para o setor, que ganha mais um fabricante de medicamentos”, afirma José Luis Lopes, Gerente Geral da moksha8 no Brasil. Ele acrescenta que a indústria farmacêutica vem cumprindo muito bem seu papel neste momento de grande desafio ao sistema de saúde: “...esperamos em breve contribuir ainda mais, apoiando com a chegada de novas soluções aos profissionais de saúde.”

A escolha do Brasil como sede para a fábrica foi estratégica. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informam que a expectativa de vida em nosso país atingiu a sua maior média: 76 anos. Isso provavelmente se dá pelo fato de que o brasileiro está buscando viver mais e melhor, adotando um estilo de vida mais saudável.

Seguindo nessa linha, o envelhecimento da população é um dos maiores indicadores de crescimento para o setor farmacêutico, já que esse é um dos maiores públicos consumidores. Segundo Joel Barlan, CEO da moksha8, “um dos principais motivos para escolhermos o Brasil para a localização da nossa fábrica foi o fato de o país, além de ser emergente nesse setor, ter uma população bastante grande e carente de novos e antigos medicamentos. O alto nível técnico dos profissionais de saúde também influenciou a decisão, bem como a seriedade dos órgãos reguladores”.

A empresa não divulga ainda quais serão os primeiros produtos fabricados, mas este movimento fortalece o conjunto de serviços. Além da gestão da produção de medicamentos, a moksha8 continuará a importar e distribuir produtos de suas parcerias, tanto locais como de outros países.  

Em função desta profissionalização e do momento delicado que o país atravessa em termos de saúde, o mercado farmacêutico certamente continuará em expansão, desenvolvendo-se e criando muitas oportunidades de negócios, e o mais relevante disso é que esse crescimento trará benefício a todos, principalmente à população que passará a ter mais acesso aos mais variados medicamentos.



Website: https://www.moksha8.com/
Notícias Relacionadas »