30/03/2021 às 12h57min - Atualizada em 30/03/2021 às 13h20min

Condução de derivados de petróleo exige responsabilidade das empresas

Uma das maneiras de assegurar um transporte de derivados de petróleo seguro de é por meio das mangueiras adequadas a este serviço.

DINO
http://maxxflex.com.br/


Vários são os problemas que os derivados de petróleo podem causar se manuseados de maneira inadequada. Isso ascende uma importante discussão acerca de como é feito o transporte, bem como o treinamento aos colaboradores que terão contato direto com o material. Além da responsabilidade com o que é fornecido de Equipamento de Proteção Individual e Coletivo (EPI e EPC), as empresas podem reforçar seus cuidados com materiais resistentes e próprios para esta categoria de transporte.

A distribuição e comercialização de derivados de petróleo é uma atividade fundamental para a economia do país. Ela é a responsável indireta por todo o abastecimento do mercado brasileiro, já que permite o transporte de importantes insumos, além da fabricação de tantos outros. Porém, este fluido contém uma série de substâncias que podem ser tóxicas para a saúde humana.

Para Daniel Rodriguez, CEO da fabricante de mangueiras e mangotes de borracha Maxxflexx, o uso de materiais adequados neste processo é fundamental para garantir um transporte seguro e responsável. "A mangueira para condução e descarga de gasolina e derivados de petróleo é fabricada especificamente para finalidade. Ou seja, os itens de fabricação e sua resistência inibem uma série de acidentes", explica Rodriguez.

A empresa também reforça que essa prática responsável ainda pode evitar desperdícios e oferecer condições de trabalho mais adequadas aos colaboradores. "Grandes problemas relacionados aos acidentes de trabalho neste segmento ocorrem por condução inadequada dos derivados de petróleo, já que estes podem trazer danos à saúde e ao ambiente", afirmou o CEO da Maxxflexx, que complementou: "Os acidentes ocorrem por inúmeras causas, sejam elas derivadas de falhas humanas ou mecânicas. Oferecer o material adequado ao trabalho reduz os riscos do transporte de carga perigosa pela metade".

Indagado sobre as características da mangueira própria para condução de derivados de petróleo, Rodriguez destacou dois pontos importantes: o material e a resistência. "As mangueiras são fabricadas em borracha sintética, resistente a derivados de petróleo e álcool. Possui terminais retos, reforço de nonas têxteis e aguenta uma temperatura de até 80°C", pontuou.

A implementação de sistemas de gerenciamento de risco tem se tornado imprescindível nas empresas. Entre as vantagens estão a redução de ocorrências e o aumento da segurança no ambiente de trabalho. "Além do uso das mangueiras também se faz necessário o correto treinamento com os colaboradores para garantir o manuseio correto do equipamento", lembrou o CEO da Maxxflex.

Dentre as substâncias contidas nos derivados de petróleo que podem ser maléficas para a saúde destacam-se as carcinogênicas e mutagênicas. Além disso, entre os riscos da contaminação ou intoxicação estão as doenças de pele e dermatites, por exemplo, devido ao contato físico com os desengordurantes dos combustíveis ou lubrificantes.



Website: http://maxxflex.com.br/
Notícias Relacionadas »