15/03/2021 às 14h35min - Atualizada em 24/03/2021 às 04h20min

Em forte crescente desde 2019, o mercado de saúde está ganhando representatividade na bolsa brasileira, a B3

As empresas familiares da área da saúde devem ser as protagonistas no mercado de M&A no ano de 2021.

DINO


Uma onda de fusões e aquisições (M&A, sigla em inglês) no setor de saúde, que começou em 2019, está consolidando as empresas do ramo, como laboratórios de diagnóstico, clínicas médicas, hospitais e operadoras de saúde na bolsa brasileira, a B3.

Um bom exemplo do crescimento do segmento é a união entre a Hapvida e Intermédica e a chegada da Rede D’Or a bolsa. Com valor de mercado acima de R$ 100 bilhões, ambas já figuram entre as maiores empresas listadas.

Para 2021, a expectativa no mercado de fusões e aquisições e de um novo marco histórico. Vice-Presidente do Grupo Studio e Head da Studio Brokers, braço de M&A do Grupo, Fabiano Vieira Barboza, revela que esse crescimento deve continuar. “O setor já conta com duas companhias entre as dez maiores listadas na B3, isso chama atenção de outros empresários que se animam também para fazer um IPO”, comenta Barboza.

Além disso, o especialista também alerta que ainda existem diversas empresas familiares no setor de saúde, que em breve devem se tornar algo de empresas maiores em busca de escala. “As empresas familiares, que ainda são muito comuns no ramo, devem ser as protagonistas ou alvos de uma nova onda de aquisições e consolidações, antes clínicas e laboratórios com faturamento abaixo de 50 milhões não eram atrativos, mas hoje o mercado está tão atrativo que estamos fazendo operações com redes acima de 20 milhões”, pontua o head da Studio Brokers.

Atualmente, no principal índice da B3, o Ibovespa lista seis companhias ligadas ao setor de saúde que, somadas, na carteira teórica do dia 1º de março, tinham peso de aproximadamente 6,5%: Intermédica (2,5%), RaiaDrogasil (1,2%), Hapvida (0,8%), Hypera (0,66%), SulAmérica (0,45%), Fleury (0,4%) e Qualicorp (0,4%). Devido aos critérios da Ibovespa, a Rede D’Or só deve entrar na listagem no final do ano. De acordo com previsões do mercado, a companhia poderá chegar com peso em torno de 3%.

Saiba mais sobre a Studio Brokers:

A Studio Brokers faz parte do Grupo Studio, a maior rede de serviços corporativos do Brasil com mais de 1000 escritórios e 15 mil empresas clientes. 

Atualmente a Studio Brokers possui uma equipe especializada no segmento da Saúde, em função do grande volume de operações.

No mercado desde 2013, a Studio Brokers atua em uma das áreas mais rentáveis do mercado, a de intermediação de compra e vendas de empresas, mais conhecida pela sigla M&A. E, assim como as outras bandeiras pertencentes ao Grupo Studio, se destaca pelo atendimento personalizado às necessidades de cada cliente.

Notícias Relacionadas »