15/03/2021 às 10h09min - Atualizada em 16/03/2021 às 00h00min

Pilates vira opção para combate ao sedentarismo

Durante a pandemia, 62% das pessoas se tornaram sedentárias. Pilates realizado por profissionais em clínica de fisioterapia em SP pode reverter quadro de forma adequada e eficaz

DINO
http://smcare.com.br


O isolamento social durante a pandemia do novo coronavírus levou pessoas a deixarem de se exercitar, já que tiveram que permanecer em casa, sem realizar as caminhadas rotineiras de deslocamento ou ir à academia. O movimento afetou a dinâmica da maior parte da população.

De acordo com um levantamento de informações realizado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), entre abril e maio de 2020, 62% das pessoas não estavam realizando nenhum tipo de atividade física. Além disso, os indivíduos também deixaram de consumir tantos alimentos saudáveis. Se antes eram 37% consumindo verduras e legumes em, no mínimo, cinco dias da semana, após a pandemia, o percentual baixou para 33%. O sedentarismo, a longo prazo, ou em casos mais severos, pode causar diabetes, doenças cardiovasculares, obesidade, câncer, transtornos mentais, osteoporose e aumento da taxa de mortalidade.

Sedentarismo já era questão latente antes mesmo da pandemia

O sedentarismo é uma questão preocupante desde muito antes da pandemia. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em sua Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), realizada com dados coletados durante o ano de 2019, mais de 40% da população com mais de 18 anos de idade foi considerada sedentária por não realizar o mínimo de 150 minutos de atividades por semana, somando deslocamento rotineiro, lazer e trabalho.

A atuação do Pilates para sedentários

As atividades físicas devem ser parte da rotina de quem visa melhorar a saúde e aumentar a qualidade de vida. O método Pilates, nesse sentido, reúne práticas e técnicas que utilizam movimentos precisos, contrações musculares, fortalecimento do core, concentração e equilíbrio corporal.

Isso significa que seus benefícios agem sobre o corpo e a mente, atribuindo aspectos positivos ao organismo como um todo, o que também inclui concentração, flexibilidade e um sono de qualidade. Como consequência, o Pilates combate o sedentarismo e também auxilia no emagrecimento.

O conjunto de técnicas desenvolvido pelo Pilates, há cerca de um século, tem como principal objetivo promover uma conexão saudável entre corpo e mente, de maneira a aumentar a qualidade de vida como consequência de uma rotina saudável de exercícios. O método deve ser orientado e aplicado por profissionais devidamente habilitados.

Benefícios da prática de Pilates para viver com qualidade e longevidade

O Pilates preza pelo alinhamento entre corpo e mente, visando viver mais e com qualidade. Por isso, seus praticantes podem usufruir de diversos benefícios, principalmente do combate ao sedentarismo, já que a prática auxilia na melhora da concentração, da força, da coordenação, do controle e do equilíbrio.

A partir de boas práticas de Pilates, é possível corrigir a postura, prevenir doenças cardiovasculares, emagrecer, melhorar o tônus muscular, realizar a manutenção da pressão arterial (assim como dos níveis de açúcar no sangue), melhorar a coordenação motora, a consciência corporal, a densidade óssea e calcificação de fraturas, entre outros.

No combate ao sedentarismo, o Pilates deve ser orientado por profissionais

O método Pilates traz diversos benefícios à saúde, como o combate ao sedentarismo (e aos riscos envolvidos). Para que a prática seja feita da forma correta, é preciso ser orientada por fisioterapeutas habilitados em clínicas de fisioterapia em São Paulo, por exemplo, como a SM Care.



Website: http://smcare.com.br
Notícias Relacionadas »