12/03/2021 às 17h51min - Atualizada em 13/03/2021 às 00h00min

ONG inicia divulgação do programa e coleta gratuita de lâmpadas pós-uso em condomínios do Rio de Janeiro, com apoio do IDC

Com mais de 2.000 pontos de entrega em estabelecimentos comerciais no país, entidade quer estimular a logística reversa em prédios residenciais

DINO
https://www.reciclus.org.br


O consumidor doméstico que mora em condomínio já deve ter se deparado com a seguinte situação: o que fazer com as lâmpadas, depois que elas queimam? As lâmpadas que possuem mercúrio, por exemplo, demandam um fluxo específico na coleta e destinação final, e o seu descarte incorreto, como no lixo comum, pode acarretar diversos problemas ambientais.

Com o objetivo de facilitar esse descarte, a Reciclus (Associação Brasileira para a Gestão da Logística Reversa) passa a realizar gratuitamente a coleta desses resíduos em condomínios do Rio de Janeiro, a fim de garantir o transporte e a destinação ambientalmente correta, por meio de recicladores homologados.

Nessa missão, a Reciclus conta com um importante parceiro para aumentar a conscientização e o envolvimento dos cariocas no descarte correto de resíduos sólidos: o Instituto de Direito Coletivo (IDC). Trata-se de uma organização sem fins lucrativos, fundada em 2017, que visa a orientar, conscientizar e defender o pleno exercício dos direitos e interesses coletivos. Com essa união de forças, a Reciclus quer também disseminar a Educação Ambiental nas escolas.

"O IDC acredita que a responsabilidade compartilhada pela destinação ambientalmente adequada dos resíduos sólidos e a difusão da consciência ambiental são deveres de todos. A soma de esforços com a Reciclus no programa e coleta gratuita de lâmpadas pós-uso em condomínios do Rio de Janeiro tem o objetivo de aumentar a efetividade da coleta, assim como reforçar nos núcleos domiciliares o papel essencial do cidadão na preservação do meio ambiente", afirma Tatiana Bastos, presidente do Instituto de Direito Coletivo.

Para o condomínio participar é preciso ter um coletor adequado e um local protegido, conforme instruções passadas pela Reciclus, e assinar um Termo de Cooperação com a organização. Quando o coletor apresentar um volume acima de 80%, basta entrar em contato e a transportadora retira as lâmpadas gratuitamente.

Além de significar uma comodidade aos moradores dos condomínios, que não precisam se deslocar aos pontos de coleta Reciclus, ao descartar as lâmpadas usadas nesses coletores os consumidores domésticos têm a garantia da coleta, transporte e destinação ambientalmente correta.

Para verificar a disponibilidade de coleta na região e saber mais sobre a coleta Reciclus em condomínios, basta entrar em contato pelo WhatsApp: (11) 98469-1113, ou com o IDC pelo e-mail contato@direitocoletivo.org.br.

Atualmente, a Reciclus conta com mais de 2.000 pontos de coleta em 454 municípios de todas as regiões do país, em sua maioria estabelecimentos comerciais, e quer ampliar a abrangência. Desde 2017, a Associação já coletou mais de 1,8 milhões de quilos de lâmpadas usadas, totalizando 12,6 milhões de unidades.

A Reciclus é uma associação sem fins lucrativos, criada pelos principais importadores de lâmpadas, para atuar como Entidade Gestora do processo de logística reversa, seguindo um modelo de operação autossustentável.

Atualmente, conta com 88 empresas associadas que financiam a operação. O objetivo é envolver toda a sociedade e a cadeia produtiva em um grande movimento estruturado de coleta de lâmpadas ao final de seu ciclo de vida e realizar a sua destinação final ambientalmente adequada.

Mais informações: www.reciclus.org.br



Website: https://www.reciclus.org.br
Notícias Relacionadas »