Exclusivo Cartão Marisa - 25% acima de 100 - site todo
10/01/2020 às 08h45min - Atualizada em 05/02/2021 às 08h45min

Alerta sobre e-mails falsos enviados em nome do TRF4 e outros Tribunais de Justiça.

Alerta aos cidadãos para tentativas de fraudes por meio eletrônico através do envio de e-mails falsos utilizando o nome de Tribunais de Justiça.

Justiça Federal (TRF4) / Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios ( TJDFT)
StockPhotos

Justiça Federal da 4º Região - TRF4

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) alerta aos cidadãos para tentativas de fraudes por meio eletrônico através do envio de e-mails falsos utilizando o nome da corte.

A instituição esclarece que não envia e-mails para citação, intimação ou comunicação de qualquer procedimento investigatório. Caso o cidadão receba alguma mensagem em nome do tribunal contendo arquivo anexado ou indicação de link de acesso, pode se tratar de fraude eletrônica, pois tais anexos e links costumam ser uma porta de entrada para vírus e malwares no computador. Dessa forma, os e-mails falsos devem desconsiderados e apagados pelo usuário.

O cidadão somente receberá e-mails do TRF4 avisando de atos processuais se tiver registrado uma solicitação junto à Ouvidoria do tribunal, ou realizado cadastro no sistema “Sob Medida”, ou, em relação aos advogados, em casos específicos e com menção ao número do processo em que atue como parte ou advogado.


Créditos: https://www.trf4.jus.br/trf4/controlador.php?acao=noticia_visualizar&id_noticia=14971

 

TJDFT alerta sobre golpes aplicados em nome do Tribunal

 

O TJDFT alerta a população sobre um tipo de golpe envolvendo o nome das serventias judiciais do Distrito Federal. A prática consiste no envio de e-mails sobre andamentos de processos em nome do TJDFT, supostamente disponíveis no sistema EPROC.

Trata-se de um ataque conhecido como “E-mail Spoofing”, utilizado por pessoas mal-intencionadas para falsificar o remetente de uma mensagem de e-mail, substituindo o campo “DE/FROM” para um endereço de e-mail de uma instituição legítima.

O TJDFT esclarece que não utiliza o sistema EPROC para o tramite de processos judiciais eletrônicos, mas sim o Processo Judicial eletrônico – PJe. Além disso, o Tribunal não encaminha e-mails solicitando dados pessoais de usuários ou a instalação de programas/arquivos. 

Assim, o TJDFT alerta os cidadãos a ficarem atentos ao receberem e-mails em nome do Tribunal. Pessoas mal-intencionadas comumente cometem erros grosseiros ao encaminhar tais e-mails, como a citação ao sistema EPROC enquanto o sistema utilizado na Casa é o PJe.  Além disso, orienta que tais mensagens sejam excluídas/ignoradas e que os usuários que, por acaso, tenham clicado no link atualizem e realizem a varredura do equipamento por meio antivírus de confiança. 

A equipe técnica do TJDFT reportou o golpe ao Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil – CERT.br, responsável por tratar incidentes de segurança em computadores que envolvam redes conectadas à Internet no Brasil.
 


Via: https://www.tjdft.jus.br/institucional/imprensa/noticias/2019/agosto/tjdft-alerta-sobre-golpes-aplicados-em-nome-do-tribunal
Notícias Relacionadas »