28/01/2021 às 08h40min - Atualizada em 28/01/2021 às 11h01min

Ministério Público pede a prisão do prefeito de Manaus / AM.

Também a secretária de Saúde é alvo da Justiça por supostamente participar do caso de 'fura-filas' da vacinação.

https://revistaoeste.com/politica/ministerio - publico
Por Cristyan Costa

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), e a secretária municipal de Saúde, Shadia Fraxe, são alvos de uma ação do Ministério Público do Amazonas (MPE).

Além do afastamento, o órgão pede à Justiça a prisão da dupla por supostas irregularidades na aplicação da vacina contra a covid-19. Ambos teriam beneficiado pessoas que furaram a fila do grupo prioritário da imunização.

Conforme o MPE, também 10 médicos foram contratados irregularmente.

Entre outros pontos da ação protocolada na terça-feira 26, a autarquia aponta que houve desvio de vacinas para atender a interesses particulares do prefeito;

doses do imunizante usadas irregularmente em servidores municipais;

e nenhum dos indivíduos citados trabalha na linha de frente do combate ao coronavírus ou é idoso (grupo prioritário).

Em nota, o prefeito David Almeida manifestou-se “profundamente indignado com a atuação ilegal e arbitrária” da Justiça.


Notícias Relacionadas »