09/12/2020 às 09h36min - Atualizada em 04/01/2021 às 00h00min

O crescimento histórico de vegetarianos no Brasil e a demanda por informação

Pesquisa do Ibope de 2018 apontou crescimento de vegetarianos no Brasil e a necessidade por informações sobre a alimentação sem carne é cada vez mais urgente.

DINO
https://www.alaude.com.br/categorias/vegetarianismo
prato vegetariano


Alimentar-se sem carne é uma pauta relevante a todos que se interessam pela cozinha e pela comida como uma fonte de saúde e bem-estar. O assunto hoje é amplo e atrelado a interesses como o desenvolvimento sustentável, o respeito à natureza, o apoio a pequenos produtores e o consumo consciente, com foco na ética e nos valores das empresas. E cresce a cada dia: uma pesquisa do Ibope feita em 2018, veiculada pelo portal da Sociedade Vegetariana Brasileira, apontou para um crescimento expressivo de vegetarianos no país. 14% da população se declara vegetariana e, em áreas metropolitanas, o percentual é de 16%.

Por estarem tão em alta, práticas como o vegetarianismo acabam também sujeitas a mitos, modas e rótulos usados por grandes indústrias para fazer o intermédio entre aqueles que comem e o que vai à mesa. É aí que fontes confiáveis de informação, dicas seguras e receitas práticas criadas por quem entende do assunto fazem falta. A fonte mais segura de informação será sempre o profissional de saúde, com especial destaque para os nutricionistas. Mas, no dia a dia dos brasileiros, é fácil perceber a necessidade por uma ajuda a mais, da compra dos alimentos até o preparo das refeições.

Para sorte dos adeptos e interessados, conselhos e dicas seguras podem ser encontrados em vários lugares atualmente. Desde sites de instituições a perfis de figuras públicas dedicadas ao estudo da alimentação sem carne e à descoberta de novos pratos, a oferta é vasta. Ainda, algumas editoras no mercado dedicam seguimentos inteiros de sua produção ao lançamento de livros que são verdadeiros trunfos para o cotidiano corrido de vegetarianos e veganos por aí.

Uma dica de lançamento dedicado ao assunto é o livro Vegetariando, coedição das editoras Alaúde e Senac. Com colaboradores de peso, o livro é um bom companheiro para ter à mão na cozinha. Eric Slywitch, Daniel Bork, André Fronza, Dalton Rangel, Katia Cardoso, Gabi Mahamud e outras renomadas figuras do mundo da cozinha preparam pratos do café da manhã ao jantar. O foco do livro é o preparo prático de refeições sem carne nutritivas e saborosas, com ingredientes acessíveis. São 60 receitas, com destaque para o capítulo de receitas superproteicas. O título aborda ainda as chamadas PANCS (plantas alimentícias não convencionais), para aqueles que se preocupam também com a redução do impacto ambiental, incluindo no cardápio ingredientes nacionais frequentemente ignorados, mas abundantes em valor nutritivo e acessibilidade.

Colaboração inédita entre Alaúde e Senac, duas das maiores editoras de títulos de culinária e gastronomia, Vegetariando une as melhores receitas vegetarianas e veganas nas editoras. Uma compilação necessária para aqueles interessados em uma alimentação sem carne saudável, construída a partir de fontes de respeito.

 



Website: https://www.alaude.com.br/categorias/vegetarianismo
Notícias Relacionadas »