26/11/2020 às 14h50min - Atualizada em 28/11/2020 às 00h00min

Causa dos animais exige compromisso com a ética

Profissionais especializados propiciam a divulgação adequada dos fatos que envolvem os animais.

DINO
https://www.revistaecotour.news


A defesa do direito dos animais está diretamente relacionada à educação, o incentivo ao conhecimento se transforma no melhor caminho para ampliar a luta contra as crueldades. Intensificar a qualidade da formação dos profissionais de imprensa e o compromisso em valorizar os animais na sociedade é uma necessidade.

"Os formadores de opinião estão dispostos a procurar uma forma prática para implantar uma teoria transformadora nas relações entre os animais e os humanos, colaborando na construção de uma consciência crítica", salienta Vininha F. Carvalho, editora da Revista Ecotour News & Negócios (www.revistaecotour.news).

A informação correta reafirma os verdadeiros valores e posicionamentos, de uma maneira consciente, para fortalecer a luta diária frente aos desafios que existem para impedir que os animais sejam expostos ás situações degradantes.

Uma abordagem ética é apresentada de uma maneira clara e objetiva, através de profissionais que conseguem dar um enfoque construtivo. A pauta é explorada de maneira adequada, motivando as pessoas a identificar a consequência do fato, buscando combater a causa e, não apenas demonstrando indiferença ou incapacidade para reverter à situação.

"Para estimular a cidadania, os veículos de imprensa investem em profissionais qualificados e sensíveis, capazes de oferecer uma enorme contribuição à causa dos animais, propiciando que a responsabilidade social seja cada vez mais estimulada", enfatiza Vininha F. Carvalho.

Profissionais especializados propiciam a divulgação adequada dos fatos que envolvem os animais, sendo capaz de formar através de seu trabalho uma legião de multiplicadores e educadores em busca de uma vida cada vez mais digna para os animais.

A ética impede que pessoas em nome de defender os animais, acabem gerando uma grande confusão na cabeça do público com os quais se relaciona. Não é permitido associar as crueldades sofridas pelos animais a pedidos de doação, dando origem a perigosa "indústria da esmola", impedindo que a causa dos animais evolua , transformando esta ideologia numa luta sem solução e credibilidade.

Faz-se necessário conhecer o direito dos animais para informar de maneira responsável, favorecendo o convívio com os animais. A partir do momento que se descobre as verdadeiras razões da publicação de uma informação, permite-se escrever com muito mais inspiração e, isto é transmitido ao leitor ou telespectador.

A informação ética tem um caráter altamente educativo, capaz de ser utilizada em salas de aula, em conversa entre amigos para despertar a conscientização. O conteúdo ressalta que o animal tem direitos adquiridos e, que merecem ser respeitados.

"O ideal é que no futuro a própria sociedade esteja estimulada a repudiar as notícias que promovem o sensacionalismo. O trabalho dos jornalistas competentes e idealistas, compromissados com a ética será cada vez mais valorizado", conclui Vininha F. Carvalho.



Website: https://www.revistaecotour.news
Notícias Relacionadas »