26/11/2020 às 12h01min - Atualizada em 26/11/2020 às 12h12min

III Encontro Técnico de Viticultura e Enologia do Sudeste começa dia 30

Edição anual do evento é organizada pela EnoConexão, em parceria com o Polo Turístico Circuito das Frutas, e, em 2020, será totalmente gratuito e transmitido em plataforma digital.

DINO
https://www.instagram.com/enoconexao/?hl=pt-br


A EnoConexão, em parceria com o Polo Turístico Circuito das Frutas, organizará, entre os dias 30 de novembro e 02 de dezembro, o III Encontro Técnico de Viticultura e Enologia da região Sudeste. O evento, patrocinado pela Jacto Brasil e pela Amazon Group, se inicia às 18h30 e se encerra às 22h30, apresentado de forma gratuita, ao vivo, exibido e transmitido em plataforma digital, através do canal YouTube da EnoConexão.
 
O objetivo do evento, de acordo com os organizadores, é levar informações técnicas de produção, manejo e vinificação de forma qualitativa para entusiastas, representantes e profissionais dos setores referidos. Entre os temas de destaque deste ano estarão as discussões sobre técnicas envoltas à ecofisiologia, manejo e a dupla poda da videira, os processos e características das produções e vinificação de vinhos finos, além do panorama regional, nacional e internacional do Enoturismo (movimentações culturais e econômicas).
 
Para Rafael Vicchini, diretor da EnoConexão, o evento tornou-se um compromisso pessoal e profissional com o objetivo de oferecer, em primeira instância, acesso às informações gratuitas e de qualidade, a agricultores, viticultores, enólogos, pesquisadores e todos que estejam, de alguma forma, interligados à cadeia de processos de produção, consumo e distribuição dos vinhos nacionais.
 
“O potencial do vinho brasileiro é imenso e está crescendo. Sabemos, por exemplo, através dos estudos e estatísticas de Mercado, que o Brasil teria impulsionado uma alta de 12% no consumo de vinhos e espumantes durante o período de quarentena de 2020 e a região Sudeste tem muito a oferecer às novas movimentações que se fortalecem”, considerou Vicchini.
 
Com a aproximação do Verão, e das datas festivas de Natal e Ano-Novo, o consumo de espumantes e vinhos leves, por exemplo, gera grande expectativa para os produtores de Jundiaí, São Paulo. A região avança, ano a ano, na consolidação do registro de origem da Uva Niagara Rosada, cuja variedade apresenta mutações somáticas únicas, desde 1930, quando fora introduzida ao terroir local, tornando-se, assim, um patrimônio histórico do agronegócio paulista.
 
Entre os palestrantes da edição de 2020 do III Encontro estão o engenheiro agrônomo, mestre em Produção Vegetal e doutor em Fitotecnia, Leonardo Cury, que apresentará as questões relacionais à dupla poda da videira.
 
Informações sobre a elaboração de vinhos finos, a partir de tecnologias enológicas e práticas de produção serão esplanadas pela enóloga, pesquisadora, mestre em Tecnologia dos Alimentos (ênfase em maceração e composição fenólica) e doutora em ciências e tecnologia dos alimentos (ênfase em aromas e composição fenólica) Marite Carlin Dal’Osto.
 
Mediações e temas correlacionados ao enoturismo nacional e internacional serão realizadas pelo professor e Doutor em Engenharia Agrícola, Luis Augusto Barbosa Cortez e pela Turismóloga, Mestre em Comunicação e Diretora de Turismo de Jundiaí, Marcela Moro.
 
Os temas complementares ao Enoturismo e Turismo Rural ganham a bancada ao considerar os levantamentos oficiais do Ministério do Turismo, publicados em julho de 2020, que apontaram o turismo doméstico como propulsor da retomada do setor no país, na pós-pandemia.
 
O levantamento, organizado por uma plataforma hoteleira, teria mostrado que 53% dos entrevistados priorizariam passeios em família e 46% escolheriam destinos ao ar livre para evitar novas aglomerações. Aproveitar a tendência em consolidação se tornará, então, estratégico também para o interior paulista.
 
“Este é o momento de fortalecer as iniciativas para um turismo seguro à população e dedicado ao segmento, arrebatando não somente os atrativos da uva e do vinho, mas também, todas as opções naturais, rurais e ecológicas, que dispomos aos visitantes das  dez cidades que compõem o Circuito das Frutas do Estado de São Paulo.”, considerou Marcela.
 
Para participar do III Encontro Técnico de Viticultura e Enologia da região Sudeste, é possível se inscrever, de forma gratuita, através do link e aguardar o envio do link de acesso direto à plataforma, disponibilizado até o dia 29/11/20, nos e-mails cadastrados.

Para mais informações acesse - Insta e Face - @enoconexao.
Fotos: Larissa Resende | Arquivos EnoConexão
 
Confira a Programação Completa:

3o. Encontro Técnico de Viticultura e Enologia do Sudeste

Datas: 30/11, 01 e 02/12
Das 18h30 às 22h30
Coordenadores da Enoconexão:
Rafael Vicchini e Ariana Sgarioni

30/11 (segunda-feira) - Temática Viticultura
18h30 - Abertura
19h00 - Leonardo Cury - Ecofisiologia e a dupla poda da Videira
22h30 - Encerramento

01/12 (terça-feira) - Temática Enologia
18h30 - Abertura
19h00 - Marite Dal'Osto - Elaboração de vinhos finos: tecnologia enológica e práticas de produção.
22h30 - Encerramento

02/12 (quarta-feira) - Temática EnoTurismo
Mediação: Marcela Moro e Luis Cortez
19h00 - O desenvolvimento do Enoturismo na África do Sul
20h00 - A organização do Enoturismo em Portugal
21h00 - Estratégias do Enoturismo Argentino
22h30 - Encerramento

Atenção:
- Evento digital, gratuito e ao vivo.
- O link de acesso, para participação do III Encontro Técnico de Viticultura e Enologia do      Sudeste, será remetido diretamente ao seu e-mail, até 29/11/2020.



Website: https://www.instagram.com/enoconexao/?hl=pt-br
Notícias Relacionadas »