10/11/2020 às 16h33min - Atualizada em 11/11/2020 às 00h00min

Transformação tecnológica revela os novos caminhos do mercado financeiro

Aplicativo mostra, de forma fácil, esta realidade de transformação e ganhos para seus usuários.

DINO
https://www.dmbank.com.br/


A inovação tecnológica está revolucionando a vida das pessoas e isto não é diferente com as mudanças no mercado tradicional financeiro. As Fintechs, empresas voltadas para tecnologia na área financeira, em detrimentos aos bancos tradicionais, estão, através de suas contas digitais, trazendo inúmeras vantagens, tais como: mais praticidade, mais tecnologia e pouca burocracia.

O Brasil bate seu recorde em número de Fintechs, em outubro de 2020, com 828 em seu total, conforme o "Fintech Report 2020" do ecossistema de startups Distrito, de São Paulo. No último mês, as empresas deste setor arrecadaram, juntas, US$ 431.6 milhões em aportes. O interessante é que a categoria de Meios de Pagamento pode até ser a mais representativa, com 16,3% (135) dessas startups e totalizando US$ 93.6 milhões em investimentos, mas quem recebeu mais recursos este ano foi a de Serviços Digitais, com US$ 600 milhões, conforme Report supramencionado.

Junto com esta nova onda tecnológica, o conhecido dinheiro está indo para um novo patamar. Historicamente existiu a permuta, o ouro, a moeda, o papel moeda, cartão de crédito e, neste exato momento, o mundo está cada vez mais alinhado com a criptomoeda, tendo esta, o seu maior exemplo no Bitcoin, devido justamente à tecnologia, à inovação, à facilidade, ao baixo custo de transações.

Empresas como Santander, Microsoft, Siemens, Pfizer e Banco da China, investem pesado na tecnologia que está atrás do Bitcoin, a Blockchain. O Bitcoin já é uma realidade, ao passo que em 2020 ele completa 12 anos, com um valor médio de R$ 72.000,00. Economistas renomados dizem que o Bitcoin é o melhor ativo de todos os tempos.

Para se ter uma ideia dos ganhos que o Bitcoin pode proporcionar, uma pessoa que comprou com R$ 3.600,00 Bitcoins em 2014, hoje, em 2020, teria em torno de R$ 120.000,00, ou seja, um crescimento de 3300%.

Um aplicativo gratuito, rápido e fácil de usar, chama-se DMBank. Ele tem o diferencial de ter compra e venda de Bitcoin. Na sua versão mobile, encontrada na Google Play, logo na Apple Store, compra-se Bitcoin com 1 click. No aplicativo é possível, ainda, recarregar celular e comprar créditos para: Uber, Netflix e Spotify.

Conforme diz Edu Kautz, CEO DMBank, "A ideia da DMBank é justamente democratizar este processo de adquirir Bitcoins. Muitas pessoas não ingressam neste mundo por ser um processo complicado, por não entender do mesmo, ou, por não saber onde se comprar Bitcoin, mas é justamente este o grande motivo da DMBank: Facilitar! O usuário faz uma simples transferência de sua conta atual (mercado tradicional financeiro/bancos) para plataforma da DMBank e ali adquiri os Bitcoins".

O aplicativo DMBank agrega toda a segurança para seu usuário, dando a liberdade de comprar ou vender a criptomoeda ou transferir para qualquer outra carteira; porém, conforme diz Edu Kautz, "nossa plataforma digital não é um banco instituição financeira, e também não oferecemos nenhum tipo de investimento em ativos mobiliários, cotas ou qualquer tipo de rendimento".

O aplicativo DMBank está na loja virtual Google Play, bem como em seu site: www.dmbank.com.br ou em seu Instagram @dmbank_br







Website: https://www.dmbank.com.br/
Notícias Relacionadas »