05/11/2020 às 11h33min - Atualizada em 07/11/2020 às 00h00min

No 3T20, Cia. Hering mantém ritmo de crescimento do e-commerce, combinado com expansão das lojas físicas

Trimestre foi marcado pela diversificação de canais, com alta de 161% no e-commerce e inauguração de 61 lojas, sendo 58 franquias light

DINO
https://ri.ciahering.com.br


No trimestre em que celebra seus 140 anos, a Cia. Hering reporta ao mercado a recuperação gradual das vendas, com forte ritmo de inaugurações e reforço do canal digital, como reflexo de uma transformação cultural voltada a dados e mais ágil. A receita bruta do trimestre atingiu R$ 303,1 milhões, 33% inferior ao 3T19. Em contrapartida, visando equilibrar as contas, a empresa reduziu em 28,5% suas despesas operacionais, em relação ao 3T19, o que gerou o EBTIDA corrente de R$ 31,5 milhões. O crescimento do canal e-commerce foi de 161% em relação ao 3T19, que passa a representar 17% do faturamento da empresa. Os números consolidam a tendência já observada no 2T e traduzem uma jornada de digitalização de ponta a ponta, no modelo omni, já que o resultado dos canais digitais vem acompanhado da expansão da rede de lojas físicas, com 61 aberturas no período.

Na vertente estrutural, do "balcão para trás", a Cia. explora as ferramentas digitais desde o planejamento das coleções até a execução do showroom - no trimestre foram realizados 3 eventos sell-in no formato de conexão remota, com mais de 6 mil clientes por evento. "A mudança representou mais conteúdo, mais interação e mais uso de dados. Os pedidos médios se mantiveram em linha com o planejado e observamos alto grau de engajamento dos clientes, melhorando a previsibilidade da demanda", comenta Rafael Bossolani, Diretor Financeiro da Cia. Hering. Ainda no período, a Cia. Hering optou por cancelar a coleção de Verão e ajustar o ciclo de vida de produto em loja, mitigando riscos de estoque.

E, "do balcão para frente", a digitalização também contribuiu para melhorar a experiência dos clientes: com esta estratégia, a Cia. expande seus pontos de contato para fortalecer a relação com as marcas, numa jornada única e fluída que traz o cliente para o centro da operação, visando facilidade de compra, conveniência e elevado nível de serviço. Assim, o site funciona como um hub de operações, junto com a ressignificação do papel da loja física, voltada à experiência como espaço de vitrine, coleta de produtos e centro de distribuição.
O alcance das marcas da Cia. Hering, com mais de 700 lojas espalhadas pelo Brasil, além dos diferentes modelos de negócio (e-commerce, lojas próprias, franquias, multimarcas e marketplace) permitem explorar cada vez mais a sinergia entre o online e o offline, e atender de forma assertiva todos os públicos, com uma conveniência especial para o cliente omni, que demonstra, respectivamente, frequência e gasto médio de 2,5 e 2,8 vezes maior do que o cliente monocanal.

"A Cia. Hering, que já tem como diferencial sua alta capilaridade, sofisticou seu modelo numa visão de plataforma multicanal, com diversificação de formatos como megaloja, franquias light e Basic Shop, de acordo com a necessidade de cada público", comenta Bossolani. E, dentre as inaugurações, os destaques vão para a conversão de varejos qualificados em franquias light (58 inaugurações neste formato) e para a nova loja da Dzarm no Shopping Center Norte: com projeto tecnológico, a loja apresenta funções que permitem a consumidora comprar e receber o produto em casa, além de oferecer uma curadoria de produtos para que ela possa experimentar as peças no conforto de sua casa antes de comprar.

A Cia. Hering encerrou o trimestre com 763 lojas, das quais 743 no Brasil e 20 no mercado internacional. "Nas lojas próprias, por exemplo, observamos melhora nos índices de performance", conta Bossolani - "com crescimento de 23% nas peças por atendimento, aumento de 5% nas taxas de conversão e de 11% no ticket médio", continua. Ainda de acordo com o diretor, a retomada das vendas sell-out acima da projeção inicial e o equilíbrio nos estoques endossam uma perspectiva bastante positiva para o 4T20, cujos primeiros sinais puderam ser observados já em setembro com movimentos importantes de reposição em todos os canais. "Vale ressaltar o exercício diligente no planejamento e controle de estoques para melhor alocação e abastecimento dos canais", finaliza.

140 anos com foco no futuro

A eficiência pauta as estratégias da Cia. Hering no âmbito de manter sua longevidade, e, ao longo do trimestre, a empresa potencializou seu modelo de atuação com foco no ESG (environmental, social, governamental). Como resposta às necessidades impostas pela pandemia, a Cia. Hering apoiou comunidade das regiões sul e centro-oeste, assumindo a produção e doação de mais de 1,5 milhão de itens de proteção.
Também no período, foi iniciado o segundo inventário de emissão de gases de e foi adicionada a avaliação de ciclo de vida de produto, para entregar mais rastreabilidade e transparência para os consumidores.
No âmbito social e ainda em comemoração ao aniversário da marca Hering, foi realizado o "Dia da Básica", ação beneficente com 100% da venda revertida para a plataforma social Vestir o Brasil, que tem como propósito empoderar os jovens e fomentar o empreendedorismo em comunidades pelo Brasil nos próximos 10 anos.

Na matriz de produtos, foram lançadas duas camisetas derivadas da World T-shirt, baseados em atributos de sustentabilidade pensados desde a criação e a produção: as camisetas H+ e Reuse, que geraram forte awareness nas redes sociais, contabilizando mais de 9 milhões de pessoas impactadas no Instagram.
Os próximos passos da Cia. Hering estão pautados pelo foco na gestão de indicadores ESG e na publicação das metas para 2022.

O balanço completo do desempenho da Cia. Hering no 2T20 pode ser conferido no site ri.ciahering.com.br.



Website: https://ri.ciahering.com.br
Notícias Relacionadas »