06/11/2020 às 16h41min - Atualizada em 07/11/2020 às 00h00min

Empresas apostam na recuperação de carrinhos e boletos no ecommerce usando o WhatsApp

Adicionar produtos ao carrinho e não finalizar as compras é um comportamento comum entre os brasileiros, sabendo disso uma das estratégias dos lojistas é entrar em contato com esses possíveis clientes e oferecer melhores condições para finalizar o pedido e fidelizar o cliente; especialista lista dicas para realizar esse processo

DINO
https://sak.com.br
Tela de gerenciamento da ferramenta Sak


Cerca de 82,3% dos carrinhos gerados em e-commerces brasileiros são abandonados? Isso é o que diz os resultados do mercado online brasileiro apresentado pelo estudo E-commerce Radar. Outro dado relevante é o número de lojas virtuais que cresceu durante a pandemia. Para se ter uma ideia,  somente em março surgiram 80 mil novas lojas virtuais, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). Além disso, o Compre&Confie aponta que, em abril, o e-commerce brasileiro faturou R$9,4 bilhões, um aumento de 81% em relação ao mesmo período de 2019. Esses dados demonstram que empreender no mundo digital se torna uma oportunidade cada vez maior e que por meio de algumas técnicas é possível aumentar o faturamento e fidelizar clientes. 

Uma das estratégias de aumentar o faturamento no e-commerce é enviar lembretes pelo WhatsApp. Mas, como enviar mensagens de forma individual é cansativo, existem soluções no mercado que ajudam a resolver esse problema. “Quem vende produtos pela internet deve saber que muitos de seus clientes montam um carrinho, mas não concluem a compra. Só nesse processo é possível perceber que várias compras são perdidas. Como forma de solução e para ficar no pé desses consumidores, muitas pessoas utilizam o e-mail para “lembrar” sobre o carrinho de compras e boletos esquecidos. Porém é preciso ter em mente que o perfil das pessoas na rede social tem mudado muito e cada vez menos elas acessam os e-mails”, aconselha Bruno Brito, sócio-proprietário da Empreender. 

A maioria das lojas utilizam uma plataforma de e-commerce, que oferecem apenas recursos de e-mail, então para recuperar carrinhos e boletos via WhatsApp em lojas como Woocommerce, Loja Integrada, Tray, Nuvemshop, Hotmart e Shopify também existem soluções como o  Sak.com.br que se integra com todas as plataformas, ajudando a lembrar os consumidores que o carrinho cheio está esperando para ser finalizado, ou que o boleto da compra ainda não foi pago, usando mensagens personalizadas de forma automática ou manual pelo o WhatsApp do cliente”,  diz Bruno Brito, sócio-proprietário da Empreender.

Ele ainda explica que a ferramenta pode ser aplicada para qualquer segmento de e-commerce. “Vale para quem vende roupa, cursos, eletrônicos, enfim, qualquer nicho. Ela é superfácil de mexer, inclusive, temos um curso online sobre assistente virtual, que ensina a usar ferramentas de atendimento e recuperação de carrinhos e boletos”, complementa o empreendedor.

O Brasil, atualmente, é um dos países que tem o maior número de instalação do WhatsApp no mundo. Segundo uma pesquisa da  Panorama Mobile Time/Opinion Box, 90% dos brasileiros usam o WhatsApp para enviar mensagens de texto, tanto para trabalho, como lazer e até compras.

Abaixo, Bruno Brito lista mais estratégias para potencializar as vendas do e-commerce: 

Integre todos os processos: para realizar o processo de venda é necessário ter um time integrado e contar com estratégias de atendimento, marketing digital e comunicação. “Existem diversas formas de iniciar a abordagem, analisar um possível cliente e acompanhá-lo até o pós-venda. Mas, quando integramos esse processo e  sabemos quem visitou a loja, conseguimos colocar em prática estratégias de conversão, criando dinâmicas de atendimento, que ajudam a  potencializar a conversão e o pós venda da sua loja”, revela Bruno.

Análise seus relatórios e métricas de resultado: por meio de algumas ferramentas é possível saber o perfil e comportamento de todos que acessam o site. “Mais do que recuperar esses clientes, podemos saber onde estamos acertando e falhando, ter uma análise certa do atendimento, entregas e possíveis falhas”, aconselha o especialista. 

Mais informações em: https://sak.com.br



Website: https://sak.com.br
Notícias Relacionadas »