22/06/2020 às 18h34min - Atualizada em 23/06/2020 às 00h09min

Principais cuidados com a Pele durante o Inverno

Especialista dá dicas de Cuidados com a Pele na estação e indica quais os procedimentos são ideais para essa época mais fria do ano

DINO
https://www.clinicakakihara.com/


Com a chegada do inverno e do tempo mais frio a pele requer novos cuidados devido a um maior ressecamento, especialmente nas mãos, pés, joelhos, cotovelos e lábios. As baixas temperaturas inibem a atividade das glândulas sebáceas e sudoríparas, que produzem menos gordura e suor, deixando a pele mais seca. O dermatologista Cristiano Kakihara, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, dá abaixo dicas que vão ajudar a manter a pele saudável na estação:

Álcool em gel:
O uso contínuo da substância como medida preventiva do novo coronavírus, assim como a lavagem frequente das mãos, faz com que a gordura da pele seja removida, a fim de evitar a piora do ressecamento, é importante hidratar a região a cada lavagem ou aplicação de álcool ou outros produtos com ação adstringente.

Hidratação:
Manter a pele hidratada sempre. O creme do rosto deve ser específico para a região e diferente do utilizado no resto do corpo. Usar produtos que contenham substâncias de fato hidratantes, como lactato de amônio, lactato de sódio, uréia, alantoína e ácido hialurônico associadas a substâncias oclusivas como silicones e óleos é muito eficaz.

Áreas críticas:
Reforce a hidratação de áreas que ficam mais expostas ao ambiente como rosto, pescoço e mãos. Essas regiões tendem a sofrer mais com as agressões da baixa temperatura. Passe o hidratante pelo menos três vezes por dia.

Temperatura da água:
Evite banhos muito quentes e longos. Quanto mais contato a pele tiver com a água em temperaturas altas, maior a chance de perder a gordura natural que envolve a epiderme. Imediatamente após o banho a pele deve ser hidratada.

Sabonete:
Dê preferência para sabonetes líquidos, hipoalergênicos e com o pH 5,5, que é compatível com o da pele.

Protetor solar:
Use protetor solar e labial diariamente. Embora as baixas temperaturas dominem no inverno, a incidência solar não diminui. É importante destacar que a pele que reveste os lábios tem uma camada de queratina muito mais fina do que a pele do rosto. É fundamental a utilização diária de fotoprotetores labiais para prevenir ressecamento e lesões. Além disso, é importante lubrificar e hidratar a boca ao longo do dia, isso evita fissuras no local.

Muita água:
Beba bastante água. Com o frio, a tendência é diminuir a ingestão de líquido, mas é importante manter a hidratação.

Veja também os 5 procedimentos mais indicados para fazer no inverno:
Laser de picossegundos:
Nova tecnologia que dispara muito rapidamente o raio laser quebrando a pigmentação marrom da pele e renova a camada cutânea. É indicado para o tratamento de melasma, remoção de tatuagens, manchas escuras.

Infusão pneumática de ativos:
Tratamento que penetra na derme, camada onde estão as células que produzem colágeno e elastina, sem uso de agulhas ou laser, simulando uma explosão de líquidos e gel diluído. É indicado para fotoenvelhecimento leve, moderado ou severo e estrias.

Laser fracionado ablativo de dióxido de carbono:
Esta técnica lança na pele colunas de calor sobre as 3 camadas da pele, promovendo a regeneração e estimulação de fibras de sustentação da pele. Pode causar um pequeno desconforto nos primeiros dias, assim como ardência e descamação no local. É indicado para tratar fotoenvelhecimento, estrias e cicatriz.

Laser fracionado não ablativo:
Assim como a tecnologia anterior, o laser faz furinhos na pele, mas é mais brando e poupa a camada mais superficial da derme.

Peeling de fenol:
é um procedimento que atinge todas as camadas da pele, inclusive a derme reticular, a mais profunda. Geralmente é realizado no centro cirúrgico, sob sedação. O tempo de recuperação é mais prolongado e exige maiores cuidados. É indicado para fotoenvelhecimento severo e flacidez.

O inverno é uma estação do ano muito boa para efetuar tais procedimentos pois, segundo o especialista "a temperatura amena e a menor exposição ao Sol, diminuem o risco de surgimento de manchas marrons no período de pós-procedimento". Entretanto, vale ressaltar que, praticamente todos os tratamentos mencionados podem ser feitos em outras estações do ano, desde que tomados os cuidados necessários, sobretudo durante esse período de isolamento social. "Além disso, os pacientes devem dar continuidade ao tratamento em casa, tomando os medicamentos prescritos pelo médico dermatologista, e utilizando os produtos corretos: como sabonete, demaquilante, água micelar, tônico, hidratante, anti-oxidante, clareador, antirruga e secativo, dependendo de cada caso, é primordial", finaliza o médico



Website: https://www.clinicakakihara.com/
Notícias Relacionadas »