16/05/2022 às 17h07min - Atualizada em 17/05/2022 às 06h10min

People Analytics e Aquisição de Talentos Digitais são os temas da Business AcaDHemy, aula especial voltada para recrutadores e gestores

Evento promovido pela Digital House vai tirar dúvidas de profissionais de RH e Gestão de Pessoas de empresas que estão investindo em carreiras digitais 

SALA DA NOTÍCIA Henrique Aragão
Digital House
Digital House Brasil

Passados dois anos de pandemia, o mercado vive o que especialistas chamam de a “Grande Demissão”. E não é exagero. O número de pessoas que deixaram seus empregos não tem precedentes: 48 milhões somente em 2020, acima dos 42 milhões de 2019, que era o recorde anterior.

 

Os funcionários estão deixando os empregos em taxas significativas e as empresas têm dificuldade em atraí-los de volta. Para agravar o problema, os funcionários agora trabalham frequentemente em casa, tornando mais difícil para os gerentes identificar os colaboradores insatisfeitos. 

 

Além disso, atualizar os novos contratados é mais desafiador quando eles não podem participar de sessões de treinamento presenciais ou acompanhar funcionários experientes. Para resolver todos esses problemas, as empresas estão recorrendo cada vez mais à Inteligência Artificial (IA). Mas há um limite em relação ao quanto ela pode fazer.

 

Com o objetivo de auxiliar os profissionais de recursos humanos, a Digital House promove, nos próximos dias 25 e 26 de maio, uma aula freemium voltada para empresas que investem em profissionais de carreiras digitais, a Business AcaDHemy. Em dois dias, serão ministradas aulas com três horas de duração, Sabrina Vasconcellos, gerente de people analytics no iFood, vai tirar dúvidas e esclarecer como os dados podem ser usados no recrutamento, seleção, gestão, desenvolvimento e retenção dos novos talentos digitais. 

 

A tendência do mercado de trabalho com o regime de atuação remota, seja em home office (parcial) ou teletrabalho (integral), trouxe uma nova variável para os colaboradores e para as empresas, e alguns perfis de profissionais de TI estão sendo diretamente afetados, contribuindo para o aumento da rotatividade dentro das organizações.

 

Para Sabrina, a tecnologia pode ser uma aliada poderosa dos profissionais de Recursos Humanos. “Quando bem utilizada, ela está a nosso favor, torna o nosso dia a dia menos operacional e mais criativo e estratégico. Temos os sistemas trabalhando para nós e não a gente trabalhando para os sistemas. Trabalhei em uma empresa onde atuava como um braço de HR Inovation e People Analytics, realizamos automatizações e integrações que mitigaram em 32%, no período de 3 meses, o esforço operacional, dando mais tempo para atuar em novas frentes, o que melhorou significativamente o nosso garbage in, elevando a qualidade dos dados e apresentando um melhor garbage out para desenvolvermos painéis e estudos de análises de dados de pessoas mais rápidos e confiáveis. Outra coisa que fizemos foi criar um BOT que pudesse coletar e divulgar informações, acelerar a rampagem dos colaboradores e diminuir o tempo de atendimento por parte da área de departamento pessoal.”, relata.

 

A demanda por profissionais da área de TI continua e vai permanecer alta no Brasil. Para se ter uma ideia, de acordo com um levantamento feito pela Microsoft, atualmente o Brasil possui cerca de 400 mil profissionais de desenvolvimento e programação. No entanto, a previsão mostra que haverá mais de 6 milhões de vagas na área até 2025. Ou seja, o déficit de profissionais é alarmante. 

 

“Possibilitar especializações dentro da empresa e também de "fora para dentro", através dos programas nos moldes das academias de formação e recrutamento, certamente cria um ambiente de pertencimento, fortalece o posicionamento de marca e retenção de profissionais, além de ser uma "fábrica de novos talentos". Essa estratégia tem sido pautada em grandes organizações e veio para ficar. Formar para depois contratar tem sido uma grande ferramenta para employer branding, diversidade, inclusão e recrutamento e seleção”, corrobora Bruno Gimenez, head de vendas B2B da Digital House e idealizador da aula.      

 

As inscrições são gratuitas e estão abertas até 24/05, no LINK. Confira o programa abaixo:

 

Dias 25 de maio - People Analytics I Duração: 3h (8h30 às 11h30)

» Os dados como essência do mundo digital

» Assumir que no mundo digital tudo pode ser medido

» Com que dados poderemos contar

» Como gerir indicadores on-line

» Aproveitar a oportunidade para incorporar métricas e dados para a tomada

de decisões  

 

Dia 26 de maio - Aquisição de Talentos Digitais I Duração: 3h (8h30 às 11h30)

» Novas tendências em recrutamento

» Academias e Bootcamps como forte ferramenta de contratação, acelerador de curva de aprendizagem e posicionamento de marca empregadora. » Mídia, estratégias, casos de sucesso

» Como encontrar candidatos passivos on-line 
» Como ser uma referência na internet


Serviço:

Business AcaDHemy 

Inscrições: até 24/05 AQUI


Notícias Relacionadas »