26/04/2022 às 09h30min - Atualizada em 30/04/2022 às 21h20min

Experian descobre que carteiras móveis concorrem com métodos de pagamento tradicionais

Consumidores continuam adotando compras on-line

DINO


O novo Relatório Global Insights da Experian conclui que os gastos on-line continuarão a ganhar forçaàmedida que os consumidores saem do lockdown e retornam às transações presenciais. Os consumidores também estão aderindo a pagamentos digitais tanto quanto aderiram ao e-mail. A curva de crescimento de gastos on-line aumentou o uso de carteiras móveis que agora concorrem com métodos de pagamento tradicionais. O mais recente relatório mostra que 62% dos entrevistados disseram que estão usando carteiras móveis atualmente, enquanto 63% usam meios tradicionais de pagamento.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20220421005360/pt/

The new Experian Global Insights Report concludes that digital online spending will continue to gain strength even as consumers emerge from lockdown and return to in-person transactions. (Graphic: Business Wire)

The new Experian Global Insights Report concludes that digital online spending will continue to gain strength even as consumers emerge from lockdown and return to in-person transactions. (Graphic: Business Wire)

The new Experian Global Insights Report concludes that digital online spending will continue to gain strength even as consumers emerge from lockdown and return to in-person transactions. (Graphic: Business Wire)

Os consumidores disseram que querem transações rápidas, sem atrito e seguras, com 81% deles dizendo que uma experiência digital positiva os fazem ter uma melhor impressão da marca em relação a uma tradicional experiência em loja física. Esta tendência também é favorável para empresas. O relatório mostra que 53% dos consumidores pesquisados aumentaram seus gastos e transações em canais digitais nos últimos três meses, com 50% deles afirmando que provavelmente aumentarão nos próximos três meses.

David Bernard, vice-presidente executivo de estratégia e operações de análise de decisões globais da Experian, fala sobre as tendências mostradas nos relatório quantoàpandemia. “Os resultados da nossa mais recente pesquisa revelam que muitos consumidores agora estão mais preocupados com a segurança das suas transações e atividades on-line do que estavam há um ano, com diferenças regionais na natureza das suas preocupações primárias”, disse Bernard. “Os últimos dois anos levaram a um consumidor digitalmente experiente, que possui uma conscientização e entendimento cada vez maior sobre métodos de segurança avançados e sem atrito. Eles procuram tornar o trabalho e a vida mais fáceis e mais seguros.”

O relatório também esclarece que os consumidores têm uma preferência ao criar novas contas, com sites de bancos, varejo e aplicativos móveis de empresas de cartão de crédito em primeiro lugar. Consumidores digitais experientes confiam mais em provedores de serviços de pagamentos, empresas de cartão de crédito, tecnologia e empresas de streaming de mídia.

Um benefício comercial adicional com o aumento e o alcance de novos métodos de pagamento como carteiras móveis, ponto a ponto (Peer-to-Peer, P2P), e “compre agora, pague depois” (Buy Now Pay Later, BNPL) é que as empresas também podem encontrar opções para uma melhor inclusão financeira. Nos Estados Unidos e no Reino Unido, 60% afirmam que estão fazendo isso com programas como BNPL. Nos Estados Unidos, 4 entre 5 consumidores utilizam o BNPL para evitar dívida de cartão de crédito, enquanto 7 entre 10 consumidores no Reino Unido disseram o mesmo. Além disso, 57% dos entrevistados afirmaram que o modelo BNPL poderia substituir seu método de pagamento tradicional.

As empresas ainda têm espaço para melhorar o atendimento às expectativas dos clientes sobre a experiência digital. 23% dos consumidores entrevistados afirmam que suas expectativas quantoàexperiência digital foram apenas parcialmente ou nada atendidas. Este percentual era de 30% no quarto trimestre de 2021. Apenas 23% dos consumidores confiam plenamente que as empresas cuidarão das suas preocupações de segurança on-line. A maré também mudou, pois 73% dos consumidores colocam o ônus nas empresas para protegê-los on-line.

Os entrevistados também estão mais cientes sobre o valor dos seus dados. 90% dos clientes querem controle total ou parcial sobre como seus dados são utilizados, com 57% dispostos a compartilhar dados se isso garantir maior segurança ou evitar fraudes. Existem diferenças regionais quantoàpreocupação com a segurança. Por exemplo, roubo de identidade e informações de cartão de crédito roubadas superam em muito outras preocupações nos Estados Unidos, enquanto a privacidade de dados é uma grande preocupação na China. Mais de 50% dos entrevistados estão preocupados com fraudes profundas na Malásia e no Peru.

Conclusões adicionais do relatório incluem:

  • 52% estão preocupados com a segurança de suas transações on-line.
  • 42% estão mais preocupados com sua segurança on-line nos últimos 12 meses
  • 63% dos consumidores afirmam que compartilharão seus dados pessoais em troca de valor, em 2021 esse percentual era de 51%

Para desenvolver o estudo, a Experian entrevistou 6.000 consumidores e 2.000 empresas em 20 países, incluindo a Austrália, Brasil, Chile, China, Colômbia, Dinamarca, Alemanha, Índia, Indonésia, Irlanda, Itália, Malásia, Holanda, Noruega, Peru, Cingapura, África do Sul, Espanha, Reino Unido e Estados Unidos sobre as percepções relacionadas às perspectivas econômicas do consumidor e das empresas, bem-estar financeiro e comportamento on-line, entre outras. Este relatório é o mais recente estudo em uma série que explora as mudanças significativas nas preferências digitais do consumidor e estratégia de negócios nos últimos sete anos.

Baixe o mais recente Relatório Global Insights para saber mais sobre as descobertas das análises de decisões Experian.

Sobre a Experian

A Experian é a empresa líder mundial em serviços de informação global. Durante os grandes momentos da vida — desde comprar uma casa ou um carro, enviar um filho para a faculdade, desenvolver um negócio conectando-se com novos clientes — capacitamos os consumidores e nossos clientes a gerenciar seus dados com confiança. Ajudamos indivíduos a assumir o controle financeiro e acessar serviços financeiros, empresas a tomar decisões mais inteligentes e prosperar, credores a emprestar com mais responsabilidade e organizações a prevenir fraudes de identidade e crimes.

Temos 20.000 pessoas operando em 44 países e todos os dias investimos em novas tecnologias, pessoas talentosas e inovação para ajudar todos os nossos clientes a maximizar cada oportunidade. Somos uma empresa listada na Bolsa de Valores de Londres (EXPN) e fazemos parte do Índice FTSE 100.

Saiba mais em www.experianplc.com ou visite nosso centro de conteúdo global em nosso blog de notícias globais para as últimas notícias e percepções do grupo.

Experian e as marcas Experian aqui mencionadas são marcas comerciais ou marcas registradas da Experian e suas afiliadas. Outros nomes de produtos e empresas mencionados neste documento são de propriedade de seus respectivos titulares.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Steven Weiss

Rubenstein Public Relations

1 212 805 3062

sweiss@rubensteinpr.com

Scott Anderson

Relações públicas da Experian

1 714 830 3185

scott.n.anderson@experian.com


Fonte: BUSINESS WIRE
Notícias Relacionadas »