29/04/2022 às 04h00min - Atualizada em 29/04/2022 às 04h20min

Veza, a empresa de segurança de dados com base no poder da autorização, emerge e anuncia US$ 110 milhões em financiamento

A empresa preenche uma lacuna na segurança de dados: a autorização – a capacidade de entender, gerenciar e controlar quem pode e deve fazer o quê e com que dados.

DINO


A Veza, a plataforma de segurança de dados com base no poder da autorização, anuncia que está emergindo hoje. A Veza, fundada em 2020, também está anunciando um financiamento total de mais de US$ 110 milhões de empresas de capital de risco de primeira linha, incluindo Accel, Bain Capital, Ballistic Ventures, GV, Norwest Venture Partners e True Ventures, além de investimentos-anjo de importantes líderes da indústria, como Kevin Mandia, fundador e CEO da Mandiant; Enrique Salem, ex-CEO da Symantec e sócio da Bain Capital; Lane Bess, ex-CEO da Palo Alto Networks; Manoj Apte, ex-CSO da ZScaler; Joe Montana, da Liquid2 Ventures, os líderes de segurança Niels Provos, Karthik Rangarajan e muitos mais.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20220427005390/pt/

Veza's co-founders (left to right) - Tarun Thakur, CEO; Maohua Lu, CTO; Robert Whitcher, Chief Architect (Photo credit: Eric Millette)

Veza's co-founders (left to right) - Tarun Thakur, CEO; Maohua Lu, CTO; Robert Whitcher, Chief Architect (Photo credit: Eric Millette)

Veza's co-founders (left to right) - Tarun Thakur, CEO; Maohua Lu, CTO; Robert Whitcher, Chief Architect (Photo credit: Eric Millette)

Os dados estão migrando de forma rápida e irreversível para a nuvem, mas as organizações de todo o mundo ainda estão deixando de lado uma peça crítica da segurança de dados: a autorização. Como as soluções de segurança de dados de legado e de primeira geração não funcionam em ambientes multinuvem híbridos, os líderes de dados e segurança enfrentam desafios significativos relacionados a ransomware, transformação digital, adoção de nuvem, perda de confiança do cliente devido a violações de dados e falhas de auditoria e conformidade. Como a quantidade de dados deve triplicar entre 2020 e 2025 e os incidentes de crimes cibernéticos duplicam a cada ano, as organizações precisam de uma solução de segurança de dados que lhes dê o poder de entender, gerenciar e controlar quem pode e deve fazer o quê e com que dados.

“Quando, há dois anos, fundamos a empresa, nossa motivação foi ajudar a melhorar o estado da segurança de dados nas próximas décadas”, disse Tarun Thakur, CEO e cofundador da Veza. “As equipes de dados e segurança foram inundadas com ferramentas e ainda não conseguiram responder a uma pergunta fundamental: quem pode e deve fazer o quê e com que dados? Graçasàdedicação de nossa equipe e ao feedback inestimável de nossos clientes, a Veza tem demonstrado o poder dos metadados de autorização como a fonte da verdade para ajudar as organizações a modernizar a segurança de dados para a era multinuvem híbrida. Temos o compromisso de ajudar as empresas a confiar sem medo, para que possam liberar o valor de seus dados.”

A Veza é a primeira e única plataforma de segurança de dados que se baseia no poder da autorização. A plataforma oferece suporte a sistemas locais e em nuvem e possibilita para as equipes de dados e segurança entender a natureza confidencial dos dados; gerenciar identidades humanas e contas de serviço em centenas e até milhares de diferentes sistemas de dados, aplicativos e serviços em nuvem. O principal diferencial da plataforma Veza é o Authorization Metadata Graph. Isso inclui:

  • Um mecanismo de streaming de alto desempenho que se integra, fora da banda e sem agente, com vários sistemas de identidade em nuvem e locais, dados, aplicativos, sistemas de computação e infraestrutura
  • Um modelo canônico de objeto que organiza identidades, relacionamentos e objetos de dados granulares
  • Uma camada de tradução que processa várias permissões específicas do sistema e as converte em uma linguagem natural para profissionais de dados e segurança, concentrada em um único painel de controle
  • Aplicações de segurança de dados, incluindo pesquisa em tempo real sobre quem tem acesso a quê; fluxos de trabalho ricos em autorização para controle de acesso e gerenciamento de privilégios; alertas de violação de privilégios mínimos pré-construídos e receitas associadas para corrigi-los; regras e consultas automatizadas para correção; recomendações; e muito mais.

“Por fim, uma start-up assumindo o maior desafio da cibersegurança: nossa ignorância coletiva em relação aos nossos próprios ambientes de dados”, disse Nicole Perlroth, consultora especial de Veza, ex-repórter de segurança cibernética do New York Times e consultora da Cybersecurity and Infrastructure Security Agency (Agência de Segurança Cibernética e Infraestrutura, CISA).” “Até agora, nenhum executivo sênior foi capaz de dizer com expressão séria que sabe onde seus dados estão e quem tem acesso a eles. A Veza não oferece nenhum pretexto. A plataforma representa um grande avanço para a defesa cibernética.”

Várias organizações da lista Fortune 500 e emergentes de vários setores, incluindo finanças, assistência médica, hospitalidade, mídia e tecnologia e alta carga tecnológica confiam na Veza. Entre os clientes da Veza, estão: ASAPP, ATN International, Barracuda Networks, Choice Hotels, InComm, Nozomi Networks, The Translational Genomics Research Institute (TGen) e muitas outras empresas.

“A criação e execução de políticas de segurança de dados é um desafio porque há uma grande variedade de produtos de segurança de dados que oferecem controles de segurança específicos para repositórios ou etapas de processamento específicos. Isso enfatiza a necessidade e a oportunidade de convergência do mercado e surgimento de novos mercados de segurança de dados que permitem privilégios de acesso apropriados para usar dados ou compartilhá-los com parceiros ao longo de seu ciclo de vida.”
Hype Cycle for Data Security, 2021
Brian Lowans, analista diretor sênior da Gartner

Citações de clientes

“A autorização é um requisito de segurança fundamental para qualquer empresa que cria valor a partir de dados”, disse Craig Rosen, diretor de segurança e confiança da ASAPP. “É hora de adotar uma abordagem moderna, que permita que as empresas vejam além da autenticação e dominem as complexidades inerentesàautorização em um mundo multinuvem. A Veza aborda o intrincado problema de alinhar identidades a dados para entender de fato quem tem acesso a quê e simplifica isso de uma forma fácil de consumir para qualquer organização, independentemente do seu porte.”

“A missão da Axon é proteger a vida e proteger a verdade, possibilitando a segurança pública por meio da tecnologia. Esse foco na segurança certamente se estendeàsegurança de todo o ecossistema da Axon”, disse Jenner Holden, diretor de segurança da informação da Axon. “Usando a Veza, nossas equipes de segurança ganharam uma visibilidade valiosa em nossos sistemas – aplicativos, infraestrutura e dados – para entender melhor quem pode acessar o quê, orientando práticas de segurança de acesso privilegiado mais fortes.”

“Se você estiver usando uma nuvem de qualquer tamanho, provavelmente já fez muitas coisas sem a governança correta”, disse Jason Simpson, vice-presidente de engenharia da Choice Hotels. “E poder voltar, ver isso, corrigir e, em seguida, implantar a governança adequada para garantir que não se alastre novamente é uma das coisas que amamos na Veza.”

“Precisávamos entender como usuários e contas de serviço têm direito a acessar dados específicos. A Veza é a única ferramenta que vi que pode mostrar a imagem completa”, disse Steven Guy, vice-presidente de soluções de segurança da InComm Payments. “Uma parte da imagem são as pessoas ou contas que devem ter acesso como parte de um grupo de segurança. E há o outro lado, no qual você olha para os dados e diz: ‘Este é quem também tem acesso, e é assim que o acesso foi concedido’. A Veza proporciona a visão mais clara do acesso a dados que eu conheço.”

O que os investidores da Veza estão dizendo

“Gerenciar com segurança a autorização para a nuvem pode ser uma área nebulosa para diretores de segurança da informação e equipes de TI, pois os ambientes multinuvem são muito amplos”, disse Eric Wolford, sócio da Accel. “A Veza ajuda as equipes a gerenciar essa complexidade com facilidade. Em consequência disso, a adoção de toda uma gama de clientes corporativos é impressionante.”

“É hora de uma abordagem escalável para autorização, criada para lidar com a natureza dinâmica dos ambientes corporativos multinuvem híbridos de hoje”, disse Enrique Salem, ex-CEO da Symantec e sócio da Bain Capital. “Reunir os relacionamentos entre qualquer identidade corporativa, aplicativo e sistema de dados e visualizar e gerenciar esses relacionamentos em um único local parece uma ideia simples, mas é um problema cuja solução é altamente complexa. Com a Veza, a tarefa de entender quem tem acesso a quê se torna simples, mas escalável, até mesmo para as maiores organizações.”

“Acontece que você precisa de muita confiança para implementar a confiança zero”, disse Jake Seid, cofundador e sócio geral da Ballistic Ventures. “Isso ocorre porque o que construiu grandes empresas de segurança no passado, a criação de espaços seguros definidos somente pela proteção de redes e pontos de extremidade, não faz mais sentido em um mundo multinuvem híbrido. O insight de Veza é que, neste novo mundo, a autorização é o que agrega confiançaàconfiança zero."

“As organizações precisam de um produto de segurança de dados criado para o mundo local e multinuvem. A abordagem abrangente da Veza reúne metadados de autorização de diferentes sistemas e os apresenta em um único esquema: o gráfico de autorização de metadados”, disse Karim Faris, sócio geral da GV. “A Veza é a única empresa que pode mostrar a verdade de suas permissões de dados – ou autorizações – em todo o ecossistema de nuvem da sua organização. Estamos empolgados por trabalhar com Tarun Thakur e a equipe da Veza daqui para frente.”

“A equipe da Veza é um exemplo perfeito do que chamamos de empresa com um fundador que conhece o mercado, disse Rama Sekhar, sócio da Norwest Venture Partners. “A equipe de liderança, com sua profunda experiência na área de dados, testemunhou em primeira mão uma tendência universal: o volume de dados nascidos em nuvem está explodindo e a tarefa de gerenciar quem pode e deve acessá-los é um problema intratável. A Veza enfrenta esse desafio com coragem, traduzindo a vasta complexidade de identidades, permissões e fontes de dados em um único painel de controle. Sua abordagem já conquistou a confiança de uma lista impressionante de clientes e estamos esperamos que a Veza continue ajudando empresas de todo o mundo a proteger seus dados.”

“Não hesitamos em aproveitar a oportunidade de financiar Tarun e a equipe pela segunda vez”, disse Puneet Agarwal, sócio da True Ventures. “A Veza está preenchendo uma grande lacuna na segurança de dados para ambientes combinados de dados locais e em nuvem, e acreditamos que esta é a equipe mais perfeitamente adequada para criar e liderar uma nova grande categoria.”

SOBRE A VEZA

A Veza é a plataforma de segurança de dados que se baseia no poder da autorização. Nossa plataforma foi desenvolvida especificamente para ambientes híbridos de várias nuvens, para ajudar você a usar e compartilhar seus dados com segurança. A Veza facilita o entendimento, o gerenciamento e o controle de quem pode e deve fazer o quê e com que dados. Organizamos metadados de autorização em prestadores de serviços de identidade, sistemas de dados, prestadores de serviços em nuvem e aplicativos – tudo para enfrentar os desafios de segurança de dados mais difíceis da era moderna. Fundada em 2020, a Veza é financiada por empresas de capital de risco de primeira linha, incluindo Accel, Bain Capital, Ballistic Ventures, GV, Norwest Venture Partners e True Ventures. Saiba mais em veza.com.

Comece com um teste gratuito
Registre-se para nosso webcast de lançamento
Explore a API Veza Open Authorization (OAA) no GitHub

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Teju Shyamsundar

tshyamsundar@veza.com


Fonte: BUSINESS WIRE
Notícias Relacionadas »