29/09/2020 às 15h59min - Atualizada em 29/09/2020 às 16h09min

Decoração com flores em casa ameniza pressões da pandemia

Giuliana Flores fala dos benefícios das flores, esse objeto de decoração tão antigo e repleto de simbologias

DINO


Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), em parceria com a Neotrust/Compre&Confie, a categoria de produtos voltados à decoração cresceu 99,9%, no período de janeiro a agosto de 2020 em comparação com 2019. Segundo a associação, a pandemia vem impulsionando esse mercado devido ao isolamento das pessoas em casa.

Não existem regras, mas um bom ponto de partida é adotar alguns critérios para pensar a decoração da casa, como por exemplo, uma decoração neutra pede flores mais coloridas, enquanto flores neutras casam melhor com decorações mais rústicas. "Esse ornamento é importante e vai de encontro à questão dos pontos focais, que são, em suma, lugares estratégicos para enfeites, onde eles possam se sobressair sem poluir a decoração", comenta Clóvis Souza, fundador da Giuliana Flores. Aliás, falando em sobressair, não é se pode esquecer de que flores vêm em vasos e que não adianta nada elas serem bonitas se o que vai ficar embaixo delas não for. Inclusive, estão na moda alguns vasos coloridos, com formatos diferentes que por si só já decoram, e também sempre se pode usar potes, vidros, taças e outros objetos para criar arranjos originais.

Outra dica interessante é guardar as flores mortas. Já é tendência guardar as pétalas ou flores mortas dentro de um livro para elas secarem e se transformarem em um objeto decorativo.

Em geral, as pessoas as colocam na sala, até por ser o local de maior circulação da casa e onde se recebem visitas, mas não há nada de errado em tê-las em outros ambientes. Astromélias e gérberas são boas opções, por exemplo, enquanto lírios e cravos não são indicados para quem tem tendência a crises alérgicas.

Notícias Relacionadas »