27/01/2022 às 09h36min - Atualizada em 27/01/2022 às 12h20min

Saúde e bem-estar: entendendo a cirurgia geral

Procedimento é utilizado para problemas abdominais do trato gastrointestinal, além de procedimentos de musculatura/parede abdominal, podendo ser eletiva ou de urgência

DINO
http://www.cscom.net.br


A especialidade de cirurgia geral - abdominal - cirurgia do aparelho digestivo trata, na grande maioria, problemas abdominais do trato gastrointestinal, além de procedimentos de musculatura/parede abdominal, podendo ser eletiva ou de urgência.

Os atendimentos são realizados inicialmente em consultório da especialidade para as afecções não complicadas ou não emergenciais, onde o paciente é avaliado sobre a saúde geral e preparado para a realização do tratamento cirúrgico eletivo (agendado). Os problemas mais frequentes são colelitíase (pedra na vesícula), hérnias de parede abdominal (umbilicais, inguinais, incisionais, hérnias recidivadas), doença do refluxo gastroesofágico, entre outras. Também são atendidos em consultório casos com sintomas a serem investigados e que eventualmente resultam em diagnóstico não cirúrgico, os quais são tratados com as medicações necessárias. A evolução do tratamento é acompanhada, e, quando necessário, conforme o diagnóstico, os pacientes são encaminhados para outras especialidades.

Também há afecções de tratamento emergencial onde o paciente é atendido em geral em um pronto-socorro/pronto atendimento e o cirurgião, que se encontra de sobreaviso, é acionado para atendimento e tratamento destes casos. As ocorrências mais comuns são: apendicite aguda, colecistite aguda (presença de pedras na vesícula com inflamação/infecção); complicações de hérnias, que causam dor intensa e, por vezes, estrangulamento de alça intestinal, além de perfurações (diverticulites agudas perfuradas; neoplasias de intestino complicadas com perfuração, úlceras gástricas ou duodenais perfuradas) e oclusões das mais diferentes naturezas do trato gastrointestinal (aderências por cirurgias prévias, tumorações intestinais) que necessitam de tratamento rápido ou imediato.

Grande parte das doenças que necessitam de tratamento cirúrgico, sejam elas eletivas ou emergenciais, podem ser tratadas com uso da videolaparoscopia, técnica menos invasiva que proporciona melhor eficácia e melhor recuperação pós-operatória ao paciente, porém ainda existem diagnósticos cirúrgicos em geral emergenciais em que a cirurgia aberta se coloca como única opção frente ao quadro clínico do paciente e da mesma maneira proporciona-se ao paciente o que é necessário para resolução da sua doença e acompanhamento posterior.

Em resumo, o cirurgião geral realiza por vezes a investigação e, uma vez que se encontre um diagnóstico, a indicação ou contraindicação de um procedimento cirúrgico. Quando indicado, o cirurgião realiza o tratamento da doença e todo o acompanhamento na recuperação pós-operatória em curto e longo prazo, seja em ambiente hospitalar ou em consultório médico.

Dr. Flavio Panegalli Filho é cirurgião geral e do aparelho digestivo do Hospital VITA (Curitiba - PR)



Website: http://www.cscom.net.br
Notícias Relacionadas »