01/09/2020 às 14h32min - Atualizada em 01/09/2020 às 14h39min

Fintech recebe aporte de R$ 160 milhões de investidor global

Mesmo com pandemia de covid-19, Pontte mostra força no mercado para acelerar seu crescimento

DINO


Em meio à pandemia de covid-19, conseguir investimento financeiro para crescer no segmento não é tarefa fácil. A Pontte, fintech de crédito digital, é um dos exemplos bem-sucedidos de companhias que conseguiram aporte neste momento.

No total, a Pontte conseguiu levantar R$ 160 milhões de um investidor global nesse mês de agosto. Dessa forma, a startup especializada na oferta de crédito home equity (garantia imobiliária) e financiamento imobiliário obtém apoio para acelerar o crescimento. Antes mesmo do aporte, a fintech já possuía a menor taxa do mercado.

O investimento vai ter duas finalidades. Parte dele será utilizado para a operação. O restante será utilizado para alavancar a operação da empresa com a criação de novos produtos e serviços, com foco no investimento em equipe e tecnologia. A meta é triplicar o número de colaboradores da equipe de tecnologia.

Outra parte do investimento vai assegurar capacidade financeira para fazer frente ao aumento significativo na demanda por crédito, principalmente de pequenas e médias empresas. Com isso, a Pontte visa atender de forma mais rápida e eficiente esse público, que necessita de crédito para sair das dificuldades econômicas ou para expandir os negócios.

O aporte representa a consolidação da Pontte no segmento de crédito digital. A empresa já nasceu com estrutura robusta, graças à Mauá Capital, principal investidor, que tem experiência de 15 anos no mercado e mais de R$ 6 bilhões de ativos na gestão.

"O investimento obtido reforça a nossa capacidade no mercado, oferecendo soluções que realmente entregam valor para nossos clientes sem correr risco em nossa operação. Mesmo em um cenário adverso e com dificuldades, conseguimos esse aporte para dar ainda mais sustentação a nosso plano de crescimento", explica Marcelo Lubliner, CEO da Pontte.

Fundada em maio de 2019, a empresa observa um crescimento na busca por crédito com garantia imobiliária. Nos cinco primeiros meses de 2020 (janeiro a maio), a realização de simulações na plataforma foi 60% superior às simulações realizadas em todo o ano anterior. Dessa forma, estima emprestar cerca de R$ 400 milhões ao longo deste ano.

Notícias Relacionadas »