29/11/2021 às 16h38min - Atualizada em 30/11/2021 às 00h00min

Marketing de guerrilha: o que é e como fazer

SALA DA NOTÍCIA Victor
 

Manter seu empreendimento como algo interessante ao público, é uma coisa que exige ao administrador de um negócio estar sempre conectado às novidades presentes no mercado e sociedade, incluindo as estratégias comerciais, como o marketing de guerrilha.

 

Isso porque o público se encontra em um universo de mudanças frequentes, modificando as suas atividades e necessidades diante o desenvolvimento de novas tecnologias, mercados e até mesmo ferramentas utilizadas no seu cotidiano, incluindo no trabalho.

 

De forma a exemplificar isso, só é preciso pensar nas mudanças que o aparelho celular trouxe para nossas vidas, permitindo uma maior conexão entre os seus usuários. Primeiro através dos serviços de ligação, depois através dos aplicativos de mensagem.

 

E essa conexão ocorre entre os usuários, sendo que também acontece entre as empresas e o seu público, que passaram a estreitar os seus laços comerciais com suas respectivas audiências, como um serviço de aluguel de carros com motorista para casamento.

 

Que por meio das suas redes sociais consegue entrar em contato com os seus clientes, apresentar os seus preços, além da possibilidade de reservar esse tipo de serviço, ou até mesmo realizar o pagamento do ofício contratado.

 

Tudo com base em uma plataforma que apresenta uma segurança completa para ambos os lados envolvidos, com os clientes se sentindo protegidos para realizar esse tipo de compra por meio da internet, visto a importância que o dia do casamento tem em sua vida.

 

E foi justamente a partir dessas praticidades que o mercado digital apresenta, que o público passou a optar cada vez mais por esse tipo de comércio, diante das facilidades conseguidas por meio dessas ferramentas.

 

Como encontrar uma loja de produtos mecânicos ao simplesmente digitar por “comprar camara de ar para moto” na barra de pesquisa do seu navegador, fortalecendo a relação que o consumidor tem com os serviços de compra ligados às suas necessidades.

 

Contudo, diante de tantos usuários e em número igualmente imenso, os comerciantes, é preciso adotar estratégias diferenciadas para se conquistar a atenção do público, cada vez mais disputada dentro desse cenário digital. O marketing de guerrilha é uma dessas ações.

Como funciona o marketing de guerrilha?

Por mais que o marketing de guerrilha esteja muito alinhado às estratégias digitais, as suas origens e até mesmo suas primeiras aplicações partem de um período anterior a isso, focando no mercado visto como tradicional, ou seja, aquele que abrange as lojas físicas.

 

Esse termo foi estabelecido pelo publicitário americano Jay Conrad Levinson, durante a década de 80. Essa estratégia se viu inspirada nos acontecimentos que ocorreram nas décadas anteriores, a Guerra do Vietnã.

 

Um importante evento histórico, no qual o povo vietnamista consegue derrotar o exército americano e expulsá-lo do país, mesmo com todo o poder bélico da nação norte-americana, além do seu alto contingente de soldados.

 

Vencendo uma batalha tendo acesso apenas a armas de baixa qualidade, pedaços de madeira e pedras, não muito diferentes daquelas usadas na construção de lavatório de granito ou qualquer instrumento doméstico feito à base de materiais minerais.

 

Essa vitória vietnamista se deu através de um conjunto de técnicas avançadas e personalizadas, utilizando da geografia local para se beneficiar, criando táticas de guerra que se mostraram superiores ao básico poderio de armas.

 

Pensando nessa situação, Levinson passou a estruturar um conceito relacionado ao mercado no qual as empresas deveriam adotar estratégias diferenciadas, indo além do excessivo uso de ferramentas  conhecidas, como os anúncios comerciais.

 

Para que uma empresa conseguisse se destacar, ela precisaria implementar práticas que saíssem do ambiente comum, de forma a ganhar a atenção não apenas do seu público consumidor, como também da sociedade que o cerca.

 

Criando-se assim uma relação de conhecimento coletivo, o que acaba por aumentar o prestígio que a sua marca tem em relação aos concorrentes, tornando-se então a melhor opção para os clientes que forem em busca dos seus produtos ou serviços ofertados.

 

Como uma marca de objetos para pintura, no qual esses clientes podem até começar o seu processo de compra pesquisando por tinta industrial preço, mas irão completar essa ação comercial ao se deparar com o nome da companhia, que já faz parte do seu conhecimento.

 

Ou seja, o marketing de guerrilha trabalha com táticas de confronto, no qual uma estratégia inovadora pode ser o suficiente para que você consiga vencer a batalha, nesse caso uma batalha pela atenção e consideração dos seus possíveis clientes.

 

Fazendo parte dessas estratégias se encontram:

 
  • Flashmobs;
  • Intervenções artísticas na cidade;
  • Realização de eventos ligados à marca;
  • Distribuição de brindes em pontos estratégicos.
 

Apesar de serem mais populares em relação a grandes conglomerados de público geral, tais tipos de ações também podem ser adotadas por empresas de ramos segmentados, como uma loja de decoração, que instala um corrimão de vidro em meio a uma praça.

 

Querendo provar ao público que os seus produtos podem ser responsáveis por trazer um toque de refinamento aos mais diversos ambientes. 

 

E conquistar a atenção do público se torna algo cada vez mais complicado de se conseguir nos dias atuais, levando em conta a alta exposição a empresas e produtos à qual os usuários passam a ser atingidos, com o advento das plataformas digitais.

 

Tudo a tornar a implementação do marketing de guerrilha aos seus negócios o mais recomendável possível, fazendo com que o seu empreendimento conquiste primeiro a atenção do público, depois disso a sua consideração no processo de compra.

Criando uma estratégia de marketing de guerrilha

Para que esse tipo de estratégia mostre os resultados esperados, é necessário também que ela seja planejada com bastante cuidado e empenho pelos seus realizados, pois ninguém consegue resultados inovadores se não trabalhar com ferramentas de inovação.

 

E no marketing de guerrilha, é preciso garantir para se alcançar uma boa performance nesse sentido, é com a criação de técnicas pouco vistas no mercado, ou até mesmo inéditas.

Aposte na originalidade

É difícil contar com a atenção do público diante algo do qual ele já está acostumado a ver todos os dias, como o mesmo filme na TV ou a mesma música na rádio. De fato algumas fórmulas podem se destacar, mas trazer algo de original é sempre uma opção confiável.

 

O que vale para a produção de conteúdo em geral, mas que passa também pelos meios comerciais, através de anúncios ou outras estratégias que busquem a atenção do público para o produto ou serviço oferecido pela sua companhia.

 

E trabalhar com conceitos originais é importante tanto para o mercado voltado ao consumidor direto, como aquele que atua com o meio empresarial, como no aluguel de um poliguindaste duplo para serviços de construção.

Conheça o seu público

Mas não basta trabalhar na produção da campanha mais mirabolante já feita no seu setor de negócio, se ela não estiver alinhada aos interesses e hábitos de consumo do seu público, podendo inclusive afastá-los, caso essa estratégia seja radical demais.

 

Por isso, é importante estudar antes o perfil do seu público, de forma a desenvolver técnicas que conversem diretamente com essa audiência, adotando então o tom adequado, para que essas ações comerciais atraiam uma atenção mais positiva do que negativa.

Planeje bem essa tática

Tendo todas as ferramentas disponíveis para criar a sua estratégia de marketing de guerrilha, como as informações do produto, o perfil do público e os objetivos dessa campanha, é preciso saber como alinhar todos esses tópicos.

 

De forma com que uma fábrica que trabalhe com a produção acoplamento com lâminas consiga idealizar uma estratégia efetiva em relação ao seu produto a ser oferecido para indústrias que trabalham com algum tipo de maquinário.

Considere parcerias

Com tantas empresas e setores disponíveis no mercado, não é estranho imaginar uma situação no qual as suas atividades podem se complementar dentro de uma campanha, mesmo que se tratem de empresas de áreas distintas.

 

Uma associação que pode elevar a qualidade da sua estratégia de guerrilha, como uma marca de refrigerante e outra de transportes, que juntas operam em uma campanha com a distribuição de produtos para as áreas mais distantes do país.

 

Garantindo assim os melhores resultados para ambos.

Avalie seus resultados

O último passo na realização desse tipo de campanha é também um dos mais importantes, que é a análise de resultados, ou seja, a etapa na qual os administradores de um negócio, como um produtor de peças para máquina voltadas à agricultura, estuda as suas ações.

 

Verificando assim se o seu objetivo, aumentar a venda de camara de ar de trator, foi concluído e a intensidade dessa melhora, provando se vale a pena ou não continuar a investir nesse tipo de estratégia.

 

E diante o sucesso que esse tipo de tática costuma ter no mercado, não é muito difícil apostar em resultados positivos ao se implementar uma estratégia de marketing de guerrilha aos seus negócios.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.
Notícias Relacionadas »