Exclusivo Cartão Marisa - 25% acima de 100 - site todo
24/08/2020 às 08h47min - Atualizada em 24/08/2020 às 08h51min

Empresa brasileira lança sistema de Rastreabilidade e Gestão de CME

Em meio a Pandemia gerada pelo Novo Coronavírus, a Bioxxi lançou uma Health Tech que promete aumentar a segurança e eficiência nos Hospitais

http://cmexx.com.br
Dino

A crise gerada pelo Novo Coronavírus colocou o fator risco biológico no epicentro dos planos de prevenção e combate à COVID- 19. Nos hospitais, os protocolos de segurança foram intensificados e as Centrais de Materiais e Esterilização (CMEs) tiveram seu papel fortalecido.

Com a promessa de tornar as CMEs dos hospitais mais eficiente e segura, a Bioxxi, empresa brasileira líder em esterilização, lançou no mercado o CMEXX, seu sistema de Gestão de CME e Rastreabilidade, antes exclusivo aos clientes de sua base.

“O CMEXX nasceu para tornar a CME digital, aumentar a produtividade dos funcionários, reduzir custos e riscos, trazendo mais confiança e transparência aos processos.” afirma Diego Pinto, CEO da Bioxxi.

Segundo ele, o sistema surgiu da necessidade de modernização das CMEs que a Bioxxi administrava. 

“Após uma longa pesquisa no mercado, chegamos à conclusão que não existia um sistema que atendesse à realidade dos hospitais brasileiros, que fosse ao mesmo tempo eficiente e fácil para o usuário. Por isso resolvemos desenvolver internamente, com a ajuda de enfermeiras que estão no dia a dia, passando pelos problemas de trabalhar numa CME manual.”, complementa Diego.

Segundo dados da Bioxxi, o CMEXX, Sistema de Rastreabilidade e Gestão de CME, ajuda o hospital a aumentar a sua geração de receita. Isso ocorre porque o sistema eleva drasticamente a eficiência da CME. Com uma CME mais eficiente, o hospital aumenta a sua capacidade cirúrgica e minimiza cancelamentos e atrasos de cirurgias por falta de material estéril.

O Centro cirúrgico é responsável por parte significativa das receitas do hospital e seu importante papel é impactado diretamente pela eficiência das CMEs. 

Um levantamento realizado pela Federação Brasileira de Hospitais (FBH), entidade que representa mais de 4 mil estabelecimentos da rede privada do país, constatou um dado alarmante. Desde que foi oficializada a Pandemia, houve uma queda significativa no faturamento dos hospitais, sobretudo de pequeno e médio porte, que representam 70% de toda a rede do país. Segundo a federação, esta queda chegou a 40% neste período.

“O CMEXX tem ajudado hospitais de todos os cantos do país a serem mais eficientes e seguros, e tornando o dia a dia nas CMEs mais leve e divertido. Estamos felizes em oferecer a oportunidade a todos os hospitais, independente de já serem nossos clientes de terceirização de CME.”, finalizou Diego, que se disse otimista com o impacto positivo que o CMEXX pode gerar no Sistema de Saúde brasileiro.


Notícias Relacionadas »